Rombo na Petrobras: Para uma ala do PT Dilma “lavou as mãos”

19/06/2015. Crédito: Moacyr Lopes Júnior/Folhapress. Empresários e executivo de empreiteiras investigadas deixam à Superintendência Regional da Polícia Federal, de São Paulo (SP), durante a 14ª fase da Operação Lava Jato (Operação Erga Omnes), na manhã desta sexta-feira (19).Na foto  Otávio Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez,
19/06/2015. Crédito: Moacyr Lopes Júnior/Folhapress. Empresários e executivo de empreiteiras investigadas deixam à Superintendência Regional da Polícia Federal, de São Paulo (SP), durante a 14ª fase da Operação Lava Jato (Operação Erga Omnes), na manhã desta sexta-feira (19).Na foto Otávio Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez,
Na semana em que os presidentes das duas maiores empreiteiras do Brasil, Odebretch e Andrade Gutierrez,devem prestar depoimento à Polícia Federal, não é apenas o Palácio do Planalto que acendeu a luz de alerta. Caciques petistas admitem, reservadamente, o temor de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteja na mira do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos relativos ao esquema bilionário de corrupção naPetrobras. Uma ala do PT mais ligada ao ex-presidente ataca, nos bastidores, a letargia da presidente Dilma Rousseff diante do agravamento da crise política e dos danos ocasionados pela Operação Lava-Jato. Para alguns interlocutores, a presidente lavou as mãos.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra