Servidores do Detran, médicos e professores param atividades hoje

atrícia Neves
Foto: Sintep-Divulgação
Servidores do Detran, médicos  e professores param atividades hoje
A Frente de Luta e Defesa dos Serviços Públicos e dos direitos dos/as Trabalhadores/as que reúne servidores da educação em  Mato Grosso, do Departamento Estadual de Trânsito e médicos,  realiza a partir de 12h30 de hoje, 17 de junho, ato público  na praça Ulisses Guimarães, em Cuiabá. Em protesto contra falta de estrutura para atuação e reajuste salarial, os serviços nas 748 escolas estaduais e na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) foram suspensos.

O Fórum divulgou uma carta manifesto torna público o descontentamento e o repúdio dos servidores públicos, à política estadual. Na apresentação foram citados pelos representantes sindicais a precarização e falta de estrutura é comum a todas as categorias e tem levado a diversas paralisações das categorias, entre elas a Universidade de Mato Grosso.

O presidente da Associação dos Docentes da Unemat, Leonir Bolf, destacou que a grande preocupação está no desrespeito ao cumprimento de preceitos constitucionais (Federal e Estadual) e outros direitos desrespeitados. “Isso nos preocupa muito porque abre precedentes para o futuro em termos outros direitos desrespeitados como servidores públicos”, disse.

O Governo do Estado garantiu o pagamento de 3,11% do Reajuste Geral Anual (RGA) na folha do mês de maio e, após reunião com  Fórum dos Servidores (que representa 24 categorias) definiu quanto ao pagamento da outra metade do valor em novembro. Durante reunião com o Fórum Sindical, o Executivo estadual ainda se comprometeu a pagar em janeiro de 2016 o valor retroativo dos meses de maio a outubro, em uma única parcela.

A Secretaria de Gestão de Mato Grosso informou que está aberto ao diálogo com a classe, mas não há nenhuma nova proposta para as categorias que não acataram o projeto apresentado. 

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis