Janaina Riva admite filiar-se ao PMDB

“Quero lançar um desafio. Mais da metade dos prefeitos do PSD vão me acompanhar no novo partido, pois eles são parte de todo um trabalho realizado no passado que criou a sigla em Mato Grosso e no Brasil”, disse a deputada Janaina Riva, admitindo que não tem mais clima para permanecer como social-democrata, ainda mais depois que a direção nacional passou a “lotear a sigla para aqueles que sempre a combateram”.

Os últimos lances no cotidiano na política partidária, deflagrados muito mais pelas mudanças que estão se avizinhando por causa da reforma política em apreciação no Congresso Nacional entre deputados federais e senadores, ainda continuarão a protagonizar movimentações que terão muito mais repercussão nas disputas de 2018 do que propriamente em 2016, quando estarão em jogo 5.570 cargos de prefeitos e 5.570 de vice, além de 56.818 vagas de vereadores.


Partidos orgânicos e determinantes em qualquer governo como o PMDB tendem a ganhar representatividade ainda maior. O senador Blairo Maggi hoje PR e os deputados Gilmar Fabris, além da própria Janaina Riva, já sinalizaram que deverão migrar para a sigla peemedebista com o “freio de arrumação” que seria a abertura de um prazo de 30 dias para a troca de partidos por aqueles com mandato eletivo proporcional ou pelas possibilidades aventadas na lei.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis