CUT defende “reação com armas na mão”

acaeb5fde48cb762eb772e851ea98fb6Em evento nesta quinta-feira (13) no Palácio do Planalto, o presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, afirmou que, se for preciso, os movimentos sociais irão às ruas “com arma na mão” para preservar o mandato da presidente Dilma Rousseff.
“O que se vende hoje no Brasil é a intolerância, o preconceito de classe. Somos defensores da construção de um projeto nacional de desenvolvimento para todos e todas. Isso implica ir para a rua entrincheirados, com arma na mão, se quiserem tentar derrubar a presidente”, disse Freitas, que é petista. Fazendo eco ao discurso de outros dirigentes de movimentos sociais, disse que os entusiastas do impeachment são “golpistas”.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra