Decisão de diminuir ministérios “vem com atraso e sob pressão”, dizem oposicionistas

A decisão da presidente, de forma retardada, em anunciar a redução de 10 Ministérios, está sendo vista com desconfiança pela oposição. Para o líder das minorias na Câmara Federal, Bruno Araújo (PSDB), a medida “vem com atraso e sob pressão”.
O líder do DEM na Casa, Mendonça Filho, subiu o tom e afirmou que iniciativa é puro marketing” para “tirar de foco a pauta que está presente da agenda nacional que é a recessão, a crise econômica, a inflação alta e a corrupção da Petrobras”.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis