Frei Betto: ‘no íntimo, temo que Dilma renuncie’

frei_beto
Ex-assessor especial de Lula e amigo da presidente Dilma Rousseff, Carlos Alberto Libânio, o Frei Betto, concedeu entrevista ao jornalista Ricardo Mendonça, da Folha de São Paulo, em que disse temer que a renúncia seja o desfecho da atual crise política.
“A minha pergunta íntima, hoje, não é o impeachment. Acho que a democracia brasileira está consolidada, não há motivo para impeachment. A minha pergunta é outra. É se a Dilma, pessoalmente, aguenta três anos pela frente. Eu temo que ela renuncie”, disse ele.
“Ou tem uma mudança de rota ou eu me pergunto se ela vai aguentar o baque psicológico de três anos e meio pela frente com menos de 10% de aprovação, 71% dizendo que o governo é ruim ou péssimo. Isso é um sinal de que você não está agradando nada. Não adianta fazer cara de paisagem. Ou ela dá uma mudança de rota, muda a receita do ajuste, ou pega a caneta e fala ‘vou pra casa, não dou conta’. Eu tenho esse temor.”

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra