Lula já faturou R$ 27 milhões por palestras, diz Veja

De acordo com reportagem da revista “Veja” desta semana, a empresa de palestras do ex-presidente Lula, a LILS, recebeu R$ 27 milhões de 2011 a 2014, sendo que R$ 9,8 milhões vieram de empreiteiras investigadas no escândalo da Petrobras. A reportagem afirma que os dados constam de relatório produzido pelo Coaf (órgão de inteligência financeira vinculado ao Ministério da Fazenda) que foi entregue à força-tarefa da Lava Jato.
As assessorias do Coaf e do Ministério da Fazenda não foram localizadas neste sábado (15). O Instituto Lula disse que o ex-presidente fez palestras para dezenas de empresas de diversos setores e não quis se manifestar sobre valores. A “Veja” também revelou que o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, ao negociar acordo de delação premiada, afirmou que a estatal beneficiou a construtora Schahin em um contrato de compra e operação de um navio-sonda em 2007 com a finalidade de saldar dívidas da campanha eleitoral do então presidente Lula.
Ainda de acordo com a revista, a escolha da construtora ocorreu também por influência de José Carlos Bumlai, amigo de Lula. Procurada, a defesa de Cerveró disse que não iria se manifestar. Os outros citados não foram localizados

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra