Lula já faturou R$ 27 milhões por palestras, diz Veja

De acordo com reportagem da revista “Veja” desta semana, a empresa de palestras do ex-presidente Lula, a LILS, recebeu R$ 27 milhões de 2011 a 2014, sendo que R$ 9,8 milhões vieram de empreiteiras investigadas no escândalo da Petrobras. A reportagem afirma que os dados constam de relatório produzido pelo Coaf (órgão de inteligência financeira vinculado ao Ministério da Fazenda) que foi entregue à força-tarefa da Lava Jato.
As assessorias do Coaf e do Ministério da Fazenda não foram localizadas neste sábado (15). O Instituto Lula disse que o ex-presidente fez palestras para dezenas de empresas de diversos setores e não quis se manifestar sobre valores. A “Veja” também revelou que o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, ao negociar acordo de delação premiada, afirmou que a estatal beneficiou a construtora Schahin em um contrato de compra e operação de um navio-sonda em 2007 com a finalidade de saldar dívidas da campanha eleitoral do então presidente Lula.
Ainda de acordo com a revista, a escolha da construtora ocorreu também por influência de José Carlos Bumlai, amigo de Lula. Procurada, a defesa de Cerveró disse que não iria se manifestar. Os outros citados não foram localizados

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis