Novo líder terrorista pede unidade e promete continuar luta

Em sua primeira mensagem de áudio, o novo líder dos talebans afegãos, mulá Akhtar Mansur, pediu hoje (1º) unidade ao movimento islamita. Na mensagem, o líder Taleban também lembrou as negociações de paz com o governo afegão iniciadas em julho, com mediação do Paquistão, mas não adiantou intenções em relação ao processo.
“Devemos trabalhar para preservar nossa unidade. As divisões internas só servirão aos nossos inimigos”, afirmou. “Nosso objetivo de aplicar a sharia (lei islâmica) e a jihad (guerra santa) vai continuar até conseguirmos”, acrescentou Mansur.
“O inimigo diz que existe um processo de paz. Mas, como vocês sabem, nossos inimigos divulgam muita propaganda”, disse Akhtar Mansur durante a mensagem de 30 minutos. Ele era o braço direito do mulá Omar Mujahid, mas sua escolha não teria sido consensual. A maioria dos comandantes preferia a liderança do filho do ex-líder, que teve a morte confirmada na quinta-feira (30).
Uma segunda rodada de negociações com o governo de Cabul seria realizada na sexta-feira (31), de modo a tentar acabar com o conflito iniciado em 2011, com a queda dos talebans. O anúncio da morte do mulá Omar obrigou o governo paquistanês a adiar as conversações.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis