Restituições pela Lava Jato já chegam a R$ 1,8 bilhão

Deflagrada em março do ano passado pela Polícia Federal, a Operação Lava Jato já teve 18 fases e, em termos de ressarcimento de dinheiro desviado, tem batido seguidos recordes. Até o momento, foram recuperados ao menos R$ 1,8 bilhão aos cofres públicos. Nesta semana, a Camargo Corrêa, uma das empreiteiras investigadas, prometeu devolver R$ 700 milhões a três estatais prejudicadas com superfaturamento de contratos: Petrobras, Eletrobras e Eletronuclear.
Este foi o maior acordo do gênero já assinado na história do Brasil. A promessa de ressarcimento faz parte de um acordo de leniência – espécie de delação premiada para empresas – firmado pela Camargo com os procuradores que atuam na Lava Jato. Há dois dias, a empresa já havia aceitado, junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), pagar uma multa de R$ 104 milhões, também a maior indenização aos cofres públicos já estabelecida em um Termo de Compromisso de Cessação (TCC).

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis