Ajuste não reduz todas as despesas de custeio do governo federal

calculosNo início do ano, já prevendo o ajuste fiscal que o governo teria que fazer para minimizar o desequilíbrio das contas públicas, o Contas Abertas listou 11 ítens de despesas que poderiam ser passíveis de corte em 2015. No entanto, quatro desses gastos aumentaram ao longo de 2015 se comparados ao ano passado. De maneira geral, entretanto, os valores caíram R$ 1,8 bilhões neste ano, como resultado dos esforços do governo para reduzir despesas discricionárias da “máquina administrativa”.
As despesas que não foram reduzidas incluem limpeza e conservação, locação de imóveis, vigilância ostensiva e energia elétrica. O levantamento do Contas Abertas mostra que esses gastos somaram R$ 5,8 bilhões entre janeiro e agosto deste ano. No mesmo período do exercício passado, R$ 5,1 bilhões foram desembolsados com esses itens.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra