Ministro deixa claro que haverá mais cortes e aumento de imposto

A perda do grau de investimento na avaliação da Standard & Poor’s (S&P) obrigará a presidente Dilma Rousseff a adotar medidas que rejeitava e a um custo maior do que se tivesse agido antes. Em entrevista à imprensa nesta quinta, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, unificou o discurso do governo e deixou claro que haverá sacrifícios na economia: corte de gastos e aumento de impostos.
O primeiro objetivo desta entrevista foi transmitir a ideia de que o ministro da Fazenda saiu fortalecido do episódio que resultou na perda do grau de investimento na S&P. Isso porque o rebaixamento do Brasil reforçou as teses que Levy vinha defendendo e que eram boicotadas por Dilma e outros ministros.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra