"Novo Cangaço": Juíza absolve "rei" de assalto a carro-forte


Lindomar Alves de Almeida, o Nenezão, 33, acusado de liderar uma poderosa organização criminosa que atuava em Mato Grosso, em assaltos a bancos e carros-forte, foi absolvido pela juíza Selma Rosane Santos Arruda, em uma ação penal que tramita desde 2013, na 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Apontado como o principal assaltante de bancos no Estado, na modalidade do "Novo Cangaço", Nenezão foi denunciado pelo MPE por associação criminosa, roubo a mão armada a carro forte, cumulado com explosão usando dinamite e ainda receptação de veículo roubado. Ele foi absolvido de todas as acusações.

A magistrada também absolveu a esposa de Nenezão, Cleonice Ferreira Lima, 39. Cleonice era considerada foragida e foi presa no dia 5 de setembro de 2013, no estado da Bahia, quando visitava o marido, num presídio de segurança máxima. Ela teve o mandado de prisão preventiva cumprido pelo delegado Flávio Stringueta, titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Em 2014, a juíza Selma Arruda negou pedido de relaxamento da prisão de Lindomar, citando a sua altíssima periculosidade. Com informações da Gazeta Digital.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra