"Novo Cangaço": Juíza absolve "rei" de assalto a carro-forte


Lindomar Alves de Almeida, o Nenezão, 33, acusado de liderar uma poderosa organização criminosa que atuava em Mato Grosso, em assaltos a bancos e carros-forte, foi absolvido pela juíza Selma Rosane Santos Arruda, em uma ação penal que tramita desde 2013, na 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Apontado como o principal assaltante de bancos no Estado, na modalidade do "Novo Cangaço", Nenezão foi denunciado pelo MPE por associação criminosa, roubo a mão armada a carro forte, cumulado com explosão usando dinamite e ainda receptação de veículo roubado. Ele foi absolvido de todas as acusações.

A magistrada também absolveu a esposa de Nenezão, Cleonice Ferreira Lima, 39. Cleonice era considerada foragida e foi presa no dia 5 de setembro de 2013, no estado da Bahia, quando visitava o marido, num presídio de segurança máxima. Ela teve o mandado de prisão preventiva cumprido pelo delegado Flávio Stringueta, titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Em 2014, a juíza Selma Arruda negou pedido de relaxamento da prisão de Lindomar, citando a sua altíssima periculosidade. Com informações da Gazeta Digital.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis