Tática tucana anti-Dilma: deixar sangrar

fhcisisNa avaliação majoritária do PSDB, Dilma Rousseff ainda tem que sangrar mais alguns meses pelo menos antes do impeachment.
O PSDB já começa, nos bastidores, a se entender com Michel Temer.
Fora José Serra, que quer participar de um eventual governo Temer, a maioria do partido já avisou que apoiaria o governo no Congresso, mas não quer cargos na administração federal.
Em todas as suas conversas com líderes de partidos aliados, Dilma Rousseff não deixa de falar no impeachment.
Em sua delação premiada, Renato Duque está entregando a cabeça do pecuarista, homem de (muitos) negócios e amigão de Lula, José Carlos Bumlai.
Por Lauro Jardim – Veja

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra