Até policiais trabalharam em garimpo ilegal na corrida pelo ouro em Pontes e Lacerda

Até policiais trabalharam em garimpo ilegal na corrida pelo ouro em Pontes e Lacerda
Parte da população de Pontes e Lacerda (483 km de Cuiabá) subiu a Serra do Caldeirão nos últimos dias para procurar ouro em um garimpo ilegal que se instalou na região. Alguns largaram o emprego para entrar de cabeça na atividade. Outros dividiram o expediente na cidade com a extração do minério. A corrida pelo ouro atraiu aventureiros de estados vizinhos e até de países mais próximos. A reportagem constatou que até policiais se meteram na atividade ilegal, alguns atuando como segurança no garimpo.

Uma estrada de chão de aproximadamente 20 km separa o município do local invadido. Perto da serra, o garimpeiro tem três opções: deixar o carro em um ponto distante e encarar uma longa caminhada, pagar R$ 20,00 em um estacionamento e completar cerca de 600 metros a pé ou pagar R$ 50,00 e deixar o carro junto da serra. O valor é cobrado uma vez por dia e o motorista pode entrar e sair quantas vezes precisar. Ao chegar na porteira, não é difícil encontrar policiais à paisana. Na última quarta-feira (14), no período da manhã, um deles estava com uma camiseta preta escrito segurança. Por meio de um rádio, mantinha contato com os garimpeiros na serra.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra