Cid Gomes se filia ao PDT e chama Temer de chefe de quadrilha

cid_pdt
O ex­ ministro da Educação e ex-governador do Ceará, Cid Gomes, assinou neste sábado, em Fortaleza, ficha de filiação ao PDT. Durante a cerimônia, realizada no Ginásio do Náutico Atlético Cearense, ele acusou o vice-presidente da República, Michel Temer, de ser o chefe da quadrilha de achacadores que assola o Brasil. E disse que o PMDB não irá avançar com o PMDB na presidência.
“Se as coisas estão ruins hoje, não é voltando ao passado com uma oposição conservadora e golpista que iremos melhorar”, disse ao Estadão. “Muito menos o Brasil pode avançar se entregar a Presidência da República ao símbolo do que há de mais fisiológico e podre na política brasileira, que é o PMDB liderado por Michel Temer, chefe dessa quadrilha que achaca e assola o nosso País”, completou Cid Gomes.
Ele também recomendou ao PDT se engajar na campanha que pede a renúncia do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB­RJ). Disse que o partido precisa traçar um projeto de país para disputar a Presidência em 2018 e que esse projeto passa pela liderança do irmão dele, Ciro Gomez, também recém filiado ao PDT.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis