TJ adia julgamento de habeas corpus e Silval continua na prisão

O desembargador Pedro Sakamoto, 1ª vogal da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado, pediu vistas do habeas corpus impetrado em favor do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), em julgamento na tarde desta quarta-feira (21).

Com o pedido, a análise do caso foi adiada e só deve voltar à pauta na próxima quarta-feira (28).

Silval é acusado de liderar um suposto esquema criminoso de cobrança de propina, em troca de obtenção de incentivos fiscais do Estado, por meio do Prodeic.

Ele está preso desde a noite da última quinta-feira (17), em uma cela do Centro de Custódia de Cuiaba.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis