Conclusão de julgamento é adiada, mas Roseli Barbosa pode voltar para cadeia na próxima quarta

Conclusão de julgamento é adiada, mas Roseli Barbosa pode voltar para cadeia na próxima quarta
O desembargadores da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso iniciaram o julgamento do mérito sobre o habeas corpus, rogado pela ex-primeira dama Roseli Barbosa, contra a prisão decretada em conseqüência da operação Ouro de Tolo. Após votos de Alberto Ferreira e Rondon Bassil contra o recurso, Luiz Ferreira pediu vista, adiando a conclusão. Caso o procedimento jurídico seja negado, detenção deverá ser restabelecida. A análise parcial ocorreu nesta quarta-feira (18).

No caso, Roseli obteve liberdade por decisão do ministro Reynaldo Soares Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Porém, conforme advogados consultados pelo Olhar Jurídico, a deliberação da instância superior foi estabelecida apenas até o julgamento do mérito no TJMT. A conclusão no caso deve ocorrer na próxima quarta-feira (25).

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra