Lava Jato: empresas ainda pensam em escapar

homem-correndoAo comentar a operação ‘lava jato’, que apura desvios da Petrobras, o jornal O Estado de S. Paulo afirma, em editorial, que algumas empresas estão evitando fazer acordo de leniência. Elas teriam que admitir seus erros, parar de delinquir, restituir o que é devido, pagar compensações e multas e, cumpridas essas necessárias condições, voltar a operar, também com o poder público e as estatais.
“Parece que algumas empresas nutrem a expectativa de encontrar um atalho menos custoso, como se ainda pudessem operar impunemente à margem da lei. Ignoram a Lei Anticorrupção, que prevê a punição para pessoas jurídicas”.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra