Lava Jato: empresas ainda pensam em escapar

homem-correndoAo comentar a operação ‘lava jato’, que apura desvios da Petrobras, o jornal O Estado de S. Paulo afirma, em editorial, que algumas empresas estão evitando fazer acordo de leniência. Elas teriam que admitir seus erros, parar de delinquir, restituir o que é devido, pagar compensações e multas e, cumpridas essas necessárias condições, voltar a operar, também com o poder público e as estatais.
“Parece que algumas empresas nutrem a expectativa de encontrar um atalho menos custoso, como se ainda pudessem operar impunemente à margem da lei. Ignoram a Lei Anticorrupção, que prevê a punição para pessoas jurídicas”.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis