Professor é demitido após denúncia de racismo

racismoO professor Manoel Luiz Malaguti Barcelos Pancinha, acusado por alunos de ter cometido preconceito racial durante uma aula foi demitido do cargo pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), segundo a instituição. A informação foi divulgada pela Ufes na tarde desta segunda-feira (9). O professor não atendeu às ligações do G1.
O caso ocorreu em novembro do ano passado, durante uma aula na Ufes. Na ocasião, o professor teria dito que “detestaria ser atendido por um médico ou advogado negro”, por exemplo. Na época, os alunos protestaram contra a permanência do professor na universidade. Ele chegou a ficar suspenso por 30 dias, mas depois voltou a dar aulas normalmente.
Em entrevista ao Gazeta Online na sexta-feira (6), o professor confirmou que foi afastado das funções e que vai recorrer da decisão da reitoria. O docente recebeu o comunicado pelo Chefe de Gabinete da Reitoria da Universidade, Edebrande Cavalieri.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra