Eletrônicos ficam mais caros em dezembro

computadores
Com a chegada do fim de ano, o consumidor se prepara para novos gastos pelas compras de Natal. Mas, aqueles que pretendem adquirir eletrônicos deverão redobrar a atenção, e até mesmo se apressar para compra-los. Não bastando um câmbio alto influenciando no valor final, os itens agora perderão, a partir de 01 dezembro, um incentivo que os tornarão mais caros.
Trata-se da Lei 11.196 – conhecida como “Lei do Bem” –, aprovada em 2005, que oferece isenção total de PIS/Pasep e Cofins para computadores fabricados no Brasil, e que, nos anos seguintes teve expansão para tablets e smartphones. Após medida provisória da Presidência da República, os artigos que autorizavam a desoneração fiscal até 2018 foram revogados.
Desta forma, PCs, tablets e smartphones fabricados no país deverão pagar a taxa PIS/Cofins de 11,75%. Vale destacar que a mesma taxa, até o mês de junho, era de 9,25%, mas sofreu um aumento após outra MP sancionada pela presidente Dilma Rousseff.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra