Escola de fraudes: universidades manipularam resultados do Enade


PAPEL DE EMBRULHO   - Provas de 2013 da área de saúde: resultado distorcido

Duas das maiores universidades privadas do Brasil, que juntas têm mais de 400 000 estudantes matriculados, manipularam os resultados do Enade, o exame que mede a qualidade do ensino superior. 

A Universidade Nove de Julho (Uninove) ocupou-se em distorcer os resultados entre os anos de 2013 e 2014, pelo menos. A Universidade Paulista (Unip), hoje o terceiro maior grupo educacional do país, também promoveu as mesmas maracutaias, só que entre 2010 e 2012. 

As duas tinham um objetivo claro: aumentar a nota final de seus cursos no Enade e, com isso, fazer propaganda de uma qualidade que, na realidade, podem não ter. A Uninove é a instituição em que “seu sonho acontece”. 

A Unip promove-se como “a universidade particular preferida dos que contratam”. VEJA teve acesso a um conjunto de vídeos, e-mails, áudios e documentos, nos quais as fraudes ficam patentes. Durante nove semanas, a revista investigou o assunto. 

Entrevistou cerca de cinquenta pessoas, entre professores, alunos e advogados.

FONTE: VEJA

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis