25 de março de 2007

OPOSIÇÃO FERRENHA AO PREFEITO MAURO RUI EM BRASNORTE


O prefeito de Brasnorte Mauro Rui Heisler (PR) amarga forte oposição neste terceiro ano de administração. Sendo o cabeça dos “contras” o seu vice-prefeito Roberto Marcelos, político que há anos, vem alimentando o sonho de ser o chefe do executivo brasnortense.

Mauro também vem sofrendo ferrenha oposição da Câmara Municipal. Da Casa de Leis, a maioria dos parlamentares está de bico torcido com o governo municipal. Situação que vem travando, em parte, o desenvolvimento do município.

Administrando um enorme município (tamanho do estado de Sergipe), com mais de três mil quilômetros de estradas vicinais, com poucas escolas e reduzido número de postos de saúde, sem estrutura adequada para fazer a máquina pública andar, o prefeito se encontra numa grande encruzilhada.

Para agravar ainda mais a situação, os recursos oriundos do Fundo de Participação dos Municípios e demais recursos das esferas estadual e federal, têm chegado à conta gotas. Condição que tem deixado o governo municipal praticamente sem condições de efetuar investimentos e avançar em melhorias sociais e infra-estruturais.

Com o governo engessado, Mauro Rui está sem poder se mover em direção alguma. Condição favorável para a oposição que já trabalha a idéia de eleger, nas eleições vindouras, outro nome para conduzir o município.

É opinião de muitos especialistas políticos que só um “grande milagre” fará o prefeito Mauro reconquistar o apoio total do vice-prefeito e dos vereadores brasnortenses. Frisando que essa seria a parte mais fácil para ele fazer. A mais difícil seria, voltar a ter o apoio da população que o elegeu nas eleições passadas com maioria de pouco mais de 70 sufrágios de sua única oponente Isolete Correa Rodrigues, então prefeita do município.

Agora faça seu comentário.