3 de abril de 2007

VEREADOR PEDRINHO: O PÂNDEGO


Pedrinho: cheio de razão e língua afiada

O vereador tangaraense Pedro Francisco da Silva (PTB) é realmente um sujeito pândego. Suas explicações sobre o gasto com diárias nos meses de março, abril e maio de 2006, no valor de R$ 7.772,55 não convenceram nem o mais inocente dos imortais.

Pedrinho do Tangará, como é popularmente conhecido, explicou para a imprensa que a fortuna gasta, em nove viagens para fora do município e do Estado, objetivaram conquistar melhorias para a cidade. Ele só não apontou quais foram as tais melhorias trazidas para o nosso sofrido solo.

Disse que em algumas oportunidades estivera visitando a capital federal, Brasília, em companhia do prefeito Júlio César Ladeia. Porém, não explicou o que estivera fazendo, além do passeio ao lado do alcaide.

Cheio de razão e com a língua afiada, respondeu em bom tom, que não fez nada que tenha contrariado as leis criadas pela própria Câmara de Vereadores e a determinação do Tribunal de Contas do Estado - TCE. Tudo que fez, foi legal e dentro da Lei.

Meu vizinho, foi à minha área novamente nesta tarde e gritou: " e ai... seu Dorjival, as explicações do Pedrinho convenceram ao senhor"? Respondi com um sorriso ao meu bom vigilante dos bastidores da política tangaraense.

Comentei: é meu amigo... nem sempre o que é legal é moral. Se em apenas três meses ele fizera nove viagens, fico imaginado quantas fez de lá para cá? E, naturalmente, quanto enbolsou também. Caso tenha seguido a mesma média de viagens, deve ter feito umas quarenta no último ano, o que teria lhe rendido mais de R$ 30 mil.

Aliás, a Promotoria de Justiça deveria pedir um relatório completo dos gastos com diárias dos vereadores tangaraenses correspondentes aos últimos dozes meses, para a sociedade ter uma noção mais exata do tamanho da farra que esses pândegos vêm fazendo com os nossos impostos.

TANGARÁ DA SERRA SEDIARÁ CURSO DE GESTÃO ADMINISTRATIVA

Será realizado entre os dias 16 e 20 de abril o Curso de Gestão Administrativa Pública Municipal em Tangará da Serra.

O curso tem como objetivo atualizar os técnicos e servidores da área administrativa nos procedimentos necessários à sua atuação prática.

O público alvo do curso são os secretários municipais e servidores efetivos. As aulas serão ministradas pelo defensor público do Estado de Mato Grosso doutor Aires Alves Praeiro, com carga horária de 40 horas.

CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA ELEGE PRESIDENTE NESTA QUARTA-FEIRA

Os membros do Conselho Municipal de Cultura de Tangará da Serra estão sendo convocados para uma reunião nesta quarta-feira, a partir das 19h, no Departamento de Cultura, para eleição do seu novo presidente.

Esta convocação é feita um dia depois do prefeito Júlio César Ladeia ter homologado o Decreto N. 061/GP/2007, de 26 de março de 2007, onde dispõe da nomeação dos membros do citado Conselho.

Os conselheiros são:

Representantes da prefeitura municipal
Everaldo Alves da Silva
Edemilson Rodrigues de Sousa
José Júnior Pimenta de Sousa
Gislaine Aparecida de Oliveira

Representates do segmento cultural
Magnivaldo Alves Ribeiro
Mário Robson Rodrigues
Kátia Auxiliadora Cunha dos Santos
Valdemir Teixeira da Silva

Representates da sociedade civil organizada
Dorjival da Silva
Leonir Zenazokenae
Evanir Tormes

De acordo com o diretor de cultura do município, Evaraldo Alves, a posse do presidente ocorrerá em seguida à eleição.