20 de junho de 2007

Veja quais partidos estão organizados em Tangará da Serra

Consultando o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) neste final de tarde, fique sabendo quais partidos estão organizados em Tangará da Serra. Issso quer dizer: os que se as eleições fossem hoje, estariam habilitados a lançar candidatos.

Veja tabela fornecida pelo TSE onde consta a relação dos partidos, o número de eleitores e porcentagem em relação ao número total de eleitores no município.

Clique na imagem para vê-la ampliada


30 anos de magistério e o primeiro contato com a internet

Uma veterana professora sorria muito nesta manhã de quarta-feira (20) em contato com um micro-conputador plugado na internet.

Encantada com a experiência que estava tendo, provavelmente, pela primeira vez, dizia: "Mas que coisa maravilhosa. Bem que minha filha menor já havia dito para mim".

Testemunhar tal cena me deu dó no coração. Vê uma educadora com tantos anos em sala de aula, creio que mais de 30, só agora quase no final da primeira década do século XXI tendo o primeiro contado com o mundo virtual.

Fiquei pensando: por acaso não seria interessante proporcionar a todos os professores em atividade profissional um curso de informática? Isso não contribuíria grandemente com o desempenho do seu trabalho em favor da educação?

Fico imaginando um professor em sala de aula sem entender a nova linguagem usada pelos educandos, sobre a nova realidade virtual... Esse professor, evidentemente, está totalmente perdido e ultrapassado, redundando em prejuízo para a escola.

Nesse entendimento, indicaria as Câmaras Municipais que criassem uma Lei favorecendo os professores da rede municipal de ensino. Proporcionando para eles, cursos de informática básica custeados pela Prefeitura.

Instalar laboratórios de informática nas escolas para nossos alunos realizarem suas pesquisas escolares é bom demais. Memorável. Mas, e o professor?

Zé Pequeno seria candidato a vice-prefeito

Circulando em off nesta quarta-feira a informação que o ex-secretário municipal de Administração e Controle Interno, bancário Zé Pequeno, será candidato a vice-prefeito nas eleições do próximo ano.

Caso se confirme o que ouvi, será um grande peso, como a maior estrela do PT de Tangará da Serra que é, para o candidato cabeça.

Será sem dúvidas, uma dupla muito forte, para não dizer imbatível.

Presidente Celinho acusado de fraudes

Uma verdadeira onda de denúncias contra presidentes de Câmara Municipais de municípios mato-grossenses tem se levantado nos últimos tempos.

A mais recente denúncia é contra o vereador Célio Silva, o Celinho (PP), presidente do Legislativo de Cáceres – MT.

Servidores reclamam que ocorreram descontos não autorizados em seus salários.

Ao procurar o setor financeiro para checar a situação, descobriram que tiveram suas assinaturas falsificadas em “chequinhos” impressos.

Pelos menos 55 chequinhos no valor de R$ 50 cada desapareceram da tesouraria nos últimos três meses.

Com a palavra, o nobre vereador Celinho.

Pagot no DNIT é uma incógnita

Depois da ventilação que há um senador sulista com uma caixa de ferramentas para abrir contra Luiz Antonio Pagot, uma série de acusações, fiquei com um pé atrás.

Também fiquei desconfiado do que disse a assessoria do senador goiano Marconi Perillo que o corregedor do Senado, Romeu Tuma, (DEM-SP), tem um suposto ato ilegal para investigar na vida de Luiz Pagot.

Outro choque, foi o que disse na audiência de ontem, o senador Mário Couto (PSDB-PA) em discurso, que o ex-secretário de Educação teria omitido informações de que era assessor parlamentar do senador Jonas Pinheiro (DEM-MT) e, ao mesmo tempo, diretor de uma empresa fixada no Amazonas, a Hermasa Navegação.

Isso, para Couto, seria ilegal.

A dupla jornada de Pagot teria ocorrido entre os anos de 1995 e 2002.

Essa denúncia fez com que Romeu Tuma anunciasse a investigação. Com isso, só Deus mesmo sabe quando será marcada a data da tão esperada sabatina. Se ainda for marcada, claro.

Com Ságuas na SEDUC como ficam os professores petistas?

Muitos internautas me perguntando como os educadores da rede estadual de ensino ficam a partir de agora em questão de reivindicação de melhorias salariais tendo como secretário de Estado de Educação, o “companheiro” Ságuas Moraes?

Confesso ao nobre webleitor e a benevóla webleitora que não havia parado para pensar neste assunto. Mas de fato, é interessante.

Lembro bem dos professores petistas que residem em Tangará da Serra, liderados pelo chefe da sub-sede do Sintep, José Rosa de Paula, promovendo uma série de assembléias para discutir melhorias salariais, planejamento de paralisações, ameças de greves, etc.

Confesso que também estou curioso para ver como os professores, (e em especial, José Rosa), se comportarão a partir da ascenção do "companheiro" Ságuas na SEDUC.

Agir da forma como vinham agindo, não poderão mais. Gritar, fazer manifestos em praça pública, também não poderão mais.

Gostaria de estar completamente equivocado neste meu pensamento. Mas imagino que um petista na SEDUC ficou pior para os petistas que almejam melhorias gerais para a Educação do Mato Grosso. Principalmente para os professores.

Veremos pois, o desenrolar da história.

Assembléia Legislativa homenageia juíza de Tangará da Serra

A juíza da Primeira Vara Criminal da Comarca de Tangara da Serra, Wandinelma Santos, teria recebido Moção de Aplausos da Assembléia Legislativa, pelos seus relevantes serviços prestados em favor da comunidade carcerária local.

Justa homenagem para a meritíssima que vem desempenhando excelente serviço na questão da ressocialização dos detentos da cadeia pública de Tangará, não deixando de ver também a problemática que envolver os menores infratores.

VEJA MATÉRIA QUE O PORTAL TANGARÁ REPÓRTER PÚBLICOU RECENTEMENTE SOBRE O TRABALHO DA JUÍZA NESTE MUNICÍPIO.

Wandinelma pretende discutir com o Ministério Público do Trabalho uma forma de facilitar o estágio para adolescentes. Isto porque no modelo atual não é vantajoso ao empresário contratar um menor estágiário, especialmente com um histórico de antecedentes criminal, assumindo a responsabilidade de proporcionar-lhe perspectivas de futuro, com todos os encargos de um trabalhador comum.

Outra proposta discutida pela Juíza da 1ª Vara Criminal é a adoção de um novo modelo de abrigo para crianças abandonadas, em substituição à Criança da Criança ora existente no município.

A proposta, denominada “Casa Lar”, pretende reproduzir um ambiente familiar, com uma casa e família no modelo tradicional, com país e avós, onde cada grupo de três crianças receberia cuidados desse casal contratado, contando ainda com uma pessoa para fazer os serviços domésticos.

“O casal tem a responsabilidade de oferecer o que não pudemos fazer pelos nossos filhos: ser pais presente, cujo papel é apenas o de dar carinho, sem precisar trabalhar fora”, justifica a Dra. Wandinelma, para quem esse outro modelo é ultrapassado.

“Seremos referência. Vamos mostrar ao Estado, país e mundo a preocupação que temos com as nossas crianças”, completa. Por fim, preocupada com a situação dos reeducandos da cadeia pública do município, conclamou os vereadores a conhecerem de perto as instalações onde são acomodados os 127 presos (8 mulheres e 119 homens), enquanto a capacidade é para 47 vagas.

Sua preocupação é com os altos índices de reincidência criminal entre os reeducandos, que segundo estatísticas gira em torno de 86,5%, dando provas que o modelo prisional não funciona.

“Quero convidar os vereadores a abraçaram, cada qual, uma bandeira dessas, ajudando-nos a encontrar soluções”, convocou a magistrada.

Não estou pensando em reeleição, mas em administração, diz Júlio

Chovendo e-mail em minha caixa postal informando que o representante do governo estadual na região, Clovis Batista, teria declarado ontem, em entrevista a um canal de televisão local, apoio a um possível projeto de reeleição do prefeito Júlio César Ladeia, à prefeitura de Tangará da Serra.

Acabo de checar a informação e o prefeito me respondeu com as seguintes palavras: "Ainda não declarou! Até porque, por enquanto, não estou pensando em reeleição, mas em administração".

Penso que com essa declaração de Júlio César, esclareço aos nobres webleitores e benevólas webleitoras os email que enviaram à minha CP.

Luiz Marcos não saiu da bancada do prefeito na Câmara

O vereador e presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Luiz Marcos Nogueira, não saiu da bancada que dá sustenção ao prefeito Júlio César Ladeia, na Câmara Municipal de Tangará.

O próprio prefeito Júlio César Ladeia informou ao blog agora a pouco que o parlamentar não saiu de sua bancada.

Melhor assim. Como costumo dizer: bom para o prefeito, para o vereador e para o município. Nada melhor que o caminho do entendimento.