25 de julho de 2007

Já estão falando da CPI do PAN

Em contraste com as matérias ufanistas da televisão, que exaltam o Brasil e os atletas brasileiros com um otimismo que chega a beirar o ridículo, as declarações fortes – e algumas vezes ácidas – de Juca Kfouri são difíceis de se encontrar em tempos de jogos Pan-Americanos.

Ele é um dos poucos jornalistas que cobrem o esporte com um viés político – ou a política sob o ponto de vista esportivo, tanto faz.Para Juca Kfouri, o Pan do Rio de Janeiro, que termina no próximo domingo, “é um evento de terceira categoria”, com países como Estados Unidos e Canadá enviando atletas longe de serem do primeiro escalão.

“Em termos esportivos, há muito tempo o Pan não representa nada de importante. Basta dizer que desde 1987, há 20 anos, não se quebra um recorde mundial nos jogos Pan-Americanos”, diz.E o que acontece? “Acaba sendo uma coisa falaciosa.

O país está criando uma expectativa de achar que vai chegar em Pequim [nas Olimpíadas de 2008] e achar que vai repetir esse número de medalhas. Evidentemente que não vai”, afirma. Leia mais

Líderes de Santo Afonso pleiteiam benefícios

Lideranças políticas e comunitárias de Santo Afonso, capitaneadas pelo prefeito Venceslau Campos (PR), se reuniram com o deputado José Riva (PP) nesta quarta-feira (24.07) na sede do Poder Legislativo.

Na pauta: construção de uma quadra coberta para a Vila Boa Esperança na Gleba União para consubstanciar a prática de esportes e lazer; ampliação de estrutura e efetivo do destacamento militar; construção de sarjeta e meio fio na área central do município.

Os pleitos partem do prefeito e dos vereadores Fidelcino Mendes e Lusdevan Souto (ambos PP). Presentes, ainda, na reunião os secretários Eldeweiss Souza e Gezy Mário Ramos, respectivamente, de Obras e Agricultura. S

Silvio Souto e Aldevani Coelho Rocha - presidente e vice da executiva municipal do Partido Progressista (PP) testemunharam a audiência.

Ex-prefeito é condenado a pagar quase R$ 1 milhão

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou Geraldo Eustáquio de Carvalho, ex-prefeito de São José do Povo, ao pagamento de R$ 939.607,04, valor atualizado, por não comprovar a boa e regular aplicação dos recursos repassados pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) ao município para a construção de sistema de abastecimento de água.

O ex-prefeito também foi multado em R$ 50 mil e tem o prazo de 15 dias para comprovar o recolhimento dos valores à Funasa e ao Tesouro Nacional.

O TCU remeteu cópia da documentação ao Ministério Público da União para ajuizamento das ações cabíveis.

O ministro Aroldo Cedraz foi o relator do processo. Foi autorizada a cobrança judicial das dívidas. Cabe recurso da decisão.

Sinop será sede de reunião da CPI da Sema em Agosto

Por sugestão do deputado estadual Carlos Avalone (líder da bancada do PSDB) a Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI da Sema estará, no dia 03 de agosto (sexta-feira), em Sinop, para ouvir empresários e lideranças do segmento de base florestal de Mato Grosso.

A decisão foi tomada ontem na primeira reunião da CPI realizada na Assembléia Legislativa.

Há um cheirinho bom de pizza no ar.

Nova Bandeirantes será fiscalizado pela CGU

O site Só Notícias divulgou agora a pouco que Nova Bandeirantes (MT) localizado no extremo Norte do Estado, está entre os 60 municípios brasileiros que passarão pela fiscalização da Controladoria-Geral da União (CGU) e Advocacia-Geral da União (AGU).

O sorteio foi feito ontem e visa garantir o controle dos recursos públicos e a recomposição do patrimônio da União.

Serão vistoriados programas e trabalhos nas áreas de educação, saúde, assistência social, habitação, saneamento e urbanismo.

Os trabalhos devem iniciar na primeira semana de agosto também em outros Estados como São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Pará e Paraná.

Na última fiscalização, dois municípios mato-grossenses foram fiscalizados. Em Nova Guarita, foram encontradas algumas irregularidades na execução do programa Bolsa Família e na aquisição de uma ambulância

TCE reprova contas da Prefeitura de Juruena que emitiu cheque sem fundos

Com irregularidades classificadas como graves e gravíssimas, envolvendo principalmente violação à Lei de Licitações, as contas anuais de 2006 da Prefeitura Municipal de Juruena, gestão do prefeito Bernardinho Crozzeta, foram reprovadas pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso, em sessão ordinária desta terça-feira, 24/07.

De acordo com o voto do relator do processo, conselheiro Ary Leite de Campos, no ano passado a Prefeitura gastou R$ 172,2 mil a mais do que arrecadou, caracterizando déficit na execução orçamentária.

A auditoria do TCE não encontrou os processos de licitação referentes a 16 credores da prefeitura.

A gestão municipal também deixou de repassar ao PASEP o valor de R$ 44,2 mil, além de emitir cheque sem provisão de fundos e atrasar a remessa de informações e documentos ao Tribunal de Contas.

Câmara aprova incentivo a instalação de frigorífico de peixes em Sorriso

A Câmara de Sorriso aprovou em sessão extraordinária, o Projeto de Lei nº 079 que autoriza o Poder Executivo a promover incentivo à Indústria Brasileira de Pescados Amazônico S/A – IBPASA.

De acordo com o projeto, a administração municipal firmou em dezembro de 2006 compromisso para a instalação do frigorífico de pescados no município, por meio do incentivo de serviços, dando condições a sua instalação.

Em contrapartida, a empresa atuará no mercado de pescados e concentrará as suas atividades na criação, em escala industrial, de peixes nativos das espécies surubim e tambaqui, originários da bacia amazônica, assim como no respectivo processamento e na industrialização, visando à comercialização nos mercados interno e externo, agregando valores sócio-econômicos à comunidade local.

Prefeito de Ipiranga “devolve” dinheiro aos cofres públicos

O prefeito de Ipiranga do Norte, Ilberto Effting, que vinha sofrendo acusações de improbidade desde o início do mandato, resolveu resolveu “devolver” cerca de R$ 140 mil desviados de licitações e compras, uma vez que a Câmara pediu explicações sobre o “sumiço” de R$ 126 mil.

A “devolução” do dinheiro revoltou os vereadores e a comunidade de Ipiranga do Norte que provocou a instauração de um processo por crime de responsabilidade com base no Decreto Lei 201/67 e na Lei Orgânica do município.

No mês passado, Effting teve o mandato cassado por sete dos nove vereadores da Câmara do município. O ex-prefeito já havia sido afastado pelo Legislativo municipal na sessão do dia 7 de maio deste ano.

O motivo do afastamento foi uma denúncia por crime de responsabilidade protocolada pelo vereador Sergio Alencar da Silva (DEM). Em seu lugar assumiu o vice-prefeito Orlei José Grasseli.

A elegância dos bandidos de Mato Grosso


Os ladrões de Mato Grosso estão sendo vistos como os mais elegantes do país.

Vestidos de terno e gravata, os assaltantes Jackson Augusto Cardoso Oliveira e seu cúmplice Lindon Johnson Ferreira dos Santos, ambos de 26 anos, assaltaram uma joalheria no edifício Wall Street, no centro de Cuiabál, de onde roubaram jóias avaliadas de R$ 200 mil.

Na saída, foram cercados por policiais militares, mas mesmo assim reagiram, e na troca de tiros, Jackson foi baleado nas nádegas. O assalto seguido da prisão dos dois ocorreu ontem, por volta das 8 horas, no momento em que a joalheria abria as portas.

Publicada no DC