2 de agosto de 2007

João Negão será prefeito de Tangará a partir desta sexta-feira


Presidente João Negão (foto) assume comando do município

O prefeito Júlio César Ladeia (PR) solicitou a autorização legislativa para se licenciar do cargo por 17 dias.

Durante este período visitará outros municípios, órgãos governamentais e instituições da iniciativa privada, com a finalidade de buscar recursos e projetos para o desenvolvimento do Município.

O pedido de autorização legislativa é uma exigência da Lei Orgânica Municipal (Art. 72, I), que também exige a apresentação de prestação de contas posteriormente à viagem do prefeito, com o envio de relatório circunstanciado à Câmara Municipal.

Quem assumirá o cargo é o presidente em exercício da Câmara Municipal vereador João Batista Néri de Almeida, o João Negão (PSB).

Sempre focado no desenvolvimento de Tangará da Serra, o prefeito Júlio César se ausentará do cargo por 17 dias do dia 03 à 20 de agosto, quando buscará parcerias para o desenvolvimento de novos projetos e investimentos, audiências com parlamentares e encontros com empresários, com o objetivo de atrair investidores para o município.

Na mesma solenidade de transmissão de cargo será lançada a obra de ampliação da rede de esgoto (R$ 5 milhões e 700 mil), obra de ampliação da Estação de Tratamento de Esgotos (R$ 1 milhão e 92 mil), Programa de Saúde do Trabalhador.

Serão entregues cobertores para a Funai para o atendimento a população indígena, lançado o Programa de Pavimentação Anti-Pó e entregue um ônibus para o Campus da Unemat no Município.

Prefeito de Tangará lança programa de Gestão de Segurança e Saúde do servidor

O prefeito de Tangará da Serra Júlio César Ladeia lançará nesta sexta-feira, o Sistema Integrado de Gestão de Segurança e Saúde do Servidor Municipal.

A idéia central é que o funcionário tenha seu estado de saúde ocupacional acompanhado permanentemente.

O sistema abrange os servidores ativos, e prevê a prestação de vários serviços. Entre eles; serviço de perícia e biometria médica, conjugado com serviço de readaptação e reabilitação funcional; serviço de vigilância à saúde do trabalhador, tendo como foco, o seu ambiente ou posto de trabalho; serviço de apoio ao diagnostico.

O Programa de Segurança Saúde do Servidor Municipal integra um pacote de medidas para os servidores, da qual também faz parte a regulamentação do regime próprio de Previdência Social do funcionário público.

Esta proposta, não é um fim em si mesma, nem tampouco pressupõe ser auto-suficiente, contém sugestões de Ações a serem executadas onde os benefícios advindos serão para toda a sociedade. É necessário que esteja contida em ações mais amplas e que estabeleça interfaces no âmbito governamental e não governamental.

O programa proporcionará condições para que a Administração Municipal e tudo que envolve os serviços públicos municipais, incluindo terceiros, prestadores de serviços e parceiros, possam programar práticas adequadas quanto à segurança e a saúde no trabalho.

Vereadores faltosos são tratados com rigor em Rondonopólis

O presidente da Câmara de Vereadores de Rondonopólis, Ananias Filho (PR) começou a agir com rigor com relação as faltas dos parlamentares em sessões ordinárias.

Ontem, Filho confirmou que toda ausência de vereador computada pela mesa diretora está significando desconto na folha de pagamento.

O parlamentar que faltar uma sessão corre o risco de ver um desconto nos seus vencimentos de R$ 1,250 mil.

O presidente da Câmara explicou que a medida, antes de ser tomada, foi esclarecida pelo departamento jurídico da Casa.

No mês passado, somente o vereador Márcio Bertoni (DEM) que esteve ausente em duas sessões teve em seus vencimentos descontados R$ 2,5 mil.

Lula ganha viola de cocho de Wilson Santos



O presidente Lula ganhou de presente do prefeito da capital de Mato Grosso, Wilson Santos, uma Viola-de-Cocho. As festas na residência oficial do mandatário maior da nação, certamente ficarão muito mais animadas a partir de agora.

João Negão poderá assumir a prefeitura de Tangará da Serra

Os vereadores de Tangará da Serra se reúnem em sessão extraordinária hoje às 14h para decidir se autorizam ou não o prefeito Júlio César Ladeia se ausentar da cidade no período de 3 à 20 de agosto.

Caso seja autorizada a viagem do prefeito, o presidente da Câmara Municipal, o vereador João Negão, já que Tangará da Serra não conta com vice-Prefeito, assumirá o comando do Palácio Tangará.

No entanto, o vereador José Jaconias que está de licença há mais de dois meses, informou que retorna no próximo dia 14, devendo então assumir a prefeitura após esta data, pois é o atual presidente do Legislativo.

VIAGEM - O prefeito solicita a autorização para viajar através do Projeto de Lei nº 082/GP/2007, por meio do qual Ladeia explica que durante este período estará visitando outros municípios, órgãos governamentais e instituições da iniciativa privada, com a finalidade de buscar recursos e projetos para o desenvolvimento do Município.

O pedido de autorização legislativa é uma exigência contida na Lei Orgânica Municipal (Art. 72, I), que também exige a apresentação de prestação de contas posteriormente à viagem do prefeito, com o envio de relatório circunstanciado à Câmara Municipal.

Jocelaine Simão
Diário da Serra

UNEMAT: Aulas começam na próxima segunda-feira

O período letivo 2007/2 da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) inicia-se na próxima segunda-feira (06).

Prefeito de São José do Povo poderá ser afastado do cargo

Com 25 irregularidades apontadas pelos auditores, muitas delas consideradas graves, como é o caso de violação de princípios da lei de licitações, as contas anuais da Prefeitura de São José do Povo foram reprovadas pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso, em sessão ordinária ontem.

Os conselheiros aprovaram a emissão de parecer prévio contrário e também decidiram representar ao Ministério Público, para que ingresse no Tribunal de Justiça com ação de afastamento do prefeito Florisberto Santos Oliveira.

A proposta de representar ao MPE pelo afastamento foi feita pelo conselheiro Valter Albano e aprovada por unanimidade.

Encontro do PT não valeu de nada

A Executiva Nacional do PT impugnou o encontro municipal realizado pelo partido em Cuiabá nos dias 7 e 8 de julho, o que anula a indicação de 13 delegados para o congresso estadual deste final de semana.

Por isso, o presidente petista na Capital, Jairo Rocha, recorreu ao diretório nacional da sigla pedindo a validade do evento e anulação dos encontros de correligionários de outras sete cidades mato-grossenses.

A impugnação do encontro do diretório de Cuiabá foi aprovada pela executiva nesta terça-feira e comunicada ontem.

O argumento é de que o congresso municipal teve o quórum mínimo alcançado somente depois das 17h doa dia 7, o que extrapolou o horário permitido.

Trocou de partido depois de eleito, perde o mandato

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta quarta-feira (1), que deputados federais, estaduais e vereadores que mudaram de partido após as eleições de 2006 estão sujeitos à perda de mandato mesmo que a troca tenha sido feita por uma legenda da mesma coligação. Leia mais aqui

Bom Dia, Brasil

* O diálogo entre os pilotos na hora da tragédia com o Airbus da TAM provocou abatimento, tensão e chocou o país. Trouxe também informações preciosas, mas nem tudo foi revelado na CPI do Apagão Aéreo. Veja mais.

* Especialistas em aviação afirmam que os diálogos entre os pilotos não são capazes de determinar a causa do acidente com o vôo 3054. Falha do equipamento pode ter contribuído para a tragédia. Veja mais.

* Depois de uma conversa com o presidente Lula, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, declarou que o governo vai levar adiante o projeto de construção de um novo aeroporto em São Paulo. Leia mais.

* A imagem é assustadora: uma ponte desabada sobre o Rio Mississipi. Fogo, carros destruídos, toneladas de concreto aos pedaços. Uma tragédia nos Estados Unidos, na hora de maior movimento. Leia mais.

Estão abertas as inscrições para o 24º Salão Jovem Arte Mato-grossense

Estão abertas, até o dia 31 de agosto, as inscrições para o 24º Salão Jovem Arte Mato-grossense, maior prêmio de artes plásticas promovido pela Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso.

Os artistas tangaraenses interessados em participar devem inscrever-se gratuitamente no Departamento de Cultura, anexo a Secretaria de Educação e Cultura, localizada na Avenida Brasil. O objetivo do Salão é integrar, incentivar, fomentar e divulgar talentos.

Este ano, o evento irá premiar o 1º colocado com R$ 10mil e os 2º e 3º lugares vão ganhar R$ 8 mil e R$ 6 mil, respectivamente, além de R$ 2 mil em prêmio estímulo, atribuído a cinco participantes.

De acordo com os organizadores, serão distribuídos ainda R$ 11 mil entre os demais artistas selecionados pela Comissão Julgadora, como prêmio pela participação.

Cada artista deverá inscrever-se com três obras únicas nas modalidades desenho, pintura, gravura, fotografia e escultura ou com uma, nas modalidades instalação, performance, multimídia e vídeo-arte.

O artista pode participar também de um trabalho coletivo em uma outra modalidade que não seja a de sua inscrição individual.