9 de agosto de 2007

População de Tangará da Serrá recebe Cartilha do Código do Consumidor

Texto do TVCA

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso (OAB-MT), comemora o Dia do Advogado, celebrado no dia 11 de agosto, com várias atividades durante toda a semana.

Nesta quinta-feira, Advogados distribuíram em frente a Igreja Matriz, em Tangará da Serrá, cartilhas do Código de Direito do Consumidor.

Do escritório para a rua. Em Tangará os advogados ficaram dos dois lados da avenida distribuindo a Cartilha do Código. Aproveitaram também para tirar dúvidas da população.

Guardas municipais ficaram auxiliando o trânsito durante a entrega. O movimento faz parte do calendário de atividades que a OAB Mato Grosso.

Alguém se arrisca a comentar o assunto?

Mato-grossenses insistem com queimadas

Apesar do acirrado combate das instituições públicas do Estado aos crimes ambientais, em vários municípios, a população continua efetuando queimadas. As ações criminosas são realizadas em perímetros urbanos e mais frequentemente na zona rural.

Deputados pedem novos investimentos para MT

Os deputados estaduais de Mato Grosso estão solicitando novos investimentos para o Estado de Mato Grosso.

Dentre estes pedidos, representados por indicações e projetos de leis, estão a construção de poços artesianos e a criação de programas que propiciem o atendimento ginecológico, de autoria do deputado Percival Muniz.

A informação é da assesoria de imprensa da Assembléia Legislativa.Também foi solicitada a construção de um posto de saúde para atender a população da região sul, de autoria do deputado Sebastião Rezende (PR).

O deputado Carlos Avalone (PSDB) discursou sobre investimentos no setor sucroalcooleiro no Estado.

Ele chamou a atenção dos parlamentares sobre a importância da construção do poliduto, previsto para sair da Refinaria do Paraná, passando por Campo Grande, Rondonópolis e Cuiabá.

Aceita-se pitaco.

Evangélicos preparam marcha para Jesus em Tangará

MARCHA PARA JESUS EM TANGARÁ DA SERRA

Dia 24 de Agosto às 17h30

Saída: Praça da Bíblia
Chegada: Praça dos Pioneiros

Apresentação de Equipes de Louvor das Igrejas Locais e DJ Alex (Cuiabá).

SHOW GOSPEL: FERNANDINHO

Dia 25 de Agosto às 21h
Praça dos Pioneiros

Faculdade de Educação entrega certificados para 143 alfabetizandos

Momento gratificante vivido na última sexta-feira por este jornalista-pedagogo. Na oportunidade a Faculdade de Educação de Tangará da Serra conferia certificado de conclusão de curso de Alfabetização para 143 adultos.

Convidado pela Instituição de ensino superior, entreguei para uma de minhas alunas, dona Angelina, 64, o primeiro diploma da vida dela: o de ALFABETIZADA.

Aceita-se pitaco.

Será mesmo que Renan teme a Deus?


A revolta da boiada

"Só temo a Deus", foi a frase proferida nesta quarta-feira em Brasília pelo senador Renan Calheiros, se referindo à possibilidade de a oposição obstruir as sessões do Senado enquanto ele não deixar o cargo, em razão dos processos por quebra de decoro que está respondendo.

Sendo bem honesto mesmo, não creio que o senador tema tanto assim a Deus. Caso temesse ao Criador do Universo, não teria feito o que vem sendo descoberto pelas investigações das autoridades brasileiras.

Quem fez o que Renan fez, não tem o sagrado direito de dizer que teme a Deus. Quem teme a Deus tem atitudes e comportamentos bem diferentes de alguns do senador.

Se eu fosse Renan declararia logo que não temer a Deus e nem aos homens. Assim ele ganharia minha "admiração" por falar a verdade.

Questione o que acabo de dizer. Aceito pitaco.

PTB diz não para prefeito em exercício de Tangará

Texto do Diário da Serra

Atendendo pedido do vereador e prefeito em exercício, João Batista Neri de Almeida (João Negão), a comissão provisória do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) esteve reunida na noite de ontem para deliberar sobre o pedido de retorno do vereador para o partido.

Na última sexta-feira, 5, quando assumiu interinamente a Prefeitura Municipal, João Negão teve que dedicar-se durante toda o restante do dia para reuniões com advogados depois de, segundo ele, ter recebido a informação de que a Câmara Municipal poderia votar na segunda-feira, 6, a sua cassação em razão de ter deixado o PTB. Leia mais

Alguém se arrisca a comentar o assunto?

Mais um prefeito mato-grossense condenado pelo TCU

O ex-prefeito de Barão de Melgaço, Munil da Silva Taques, foi condenado pelo TCU a devolver R$ 69.247,55, valor atualizado, por não prestar contas dos recursos federais repassados ao município pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A verba era destinada ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Munil foi multado em R$ 7 mil e tem o prazo de 15 dias para comprovar o recolhimento das dívidas aos cofres do FNDE e do Tesouro Nacional. A cobrança judicial foi autorizada. Cabe recurso da decisão.

Aceita-se pitaco

"Rosa choque" na Avenida Brasil em Tangará da Serra


Neste mês do ano os Ipês mudam radicalmente a paisagem de Tangará da Serra. Vale apena passear pela Avenida Brasil para ver o quanto a natureza é amiga dos moradores da cidade.

Jornalista é um chato?

Texto de Edson Lobo

O Brasil ter o Cristo Redentor entre as sete maravilhas do mundo (que são oito!) é sensacional. A notícia está ai. A Seleção Brasileira de futebol ganhou de 6 a 1 do Chile, ótimo. Não fizeram mais que a obrigação. Quais as outras boas noticias? Ah, os Jogos Panamericanos começaram e conseguiram, em tempo, terminar as obras para que os Jogos se realizassem.

Bem, mas não dá para esquecer que mais uma semana se passou, o Renan Calheiros ainda está na presidência do Senado, o Lula continua aproveitando o poder, a dona Marisa continua sem expressão, o Chavez segue assumindo seu posto de Neo-Ditador, e assim a coisa vai.

Então, me conta. Quem está errado? O blog Stiletto seus colaboradores? O blog da Yara? A Cecília Thompson, editora do São Paulo Reclama, Seus Direitos, da Central de Atendimento ao Leitor e Defesa do Cidadão do jornal O Estado de São Paulo? O Diogo Mainardi, o José Roberto Pompeu de Toledo, o André Petry, da revista Veja? E também todos os outros jornalistas que mostram a realidade do dia a dia, nua e crua?

Posso garantir que muito do que acontece é exclusivamente por razões pessoais, isto é, as pessoas estão desacreditadas no Brasil e agem com descaso, não se preocupam mais com qualquer outra coisa que não seja a própria sobrevivência, encher o próprio caixa.

Mesmo com a enorme quantidade de Operações (com nomes duvidosos, mas divertidos) que a Policia Federal vem realizando, todo dia tem alguém na Praça da Sé aplicando um novo golpe, os moleques continuam no computador para roubar senhas, alguém está lesando a Previdência com participação de funcionários, etc. Quando presos, logo, logo, estão na rua de novo!

A impunidade fica solta no ar! Daí podemos deduzir: se ele faz e não acontece nada, eu vou ficar aqui como um bobo? Acredito sinceramente que muita gente tem esse sentimento!

Veja, por exemplo: há o decreto nº 5.903, de 20 de setembro de 2006, o qual regulamenta a Lei nº 10.962, de 11 de outubro de 2004, e a Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990 e dispõe sobre as práticas infracionais que atentam contra o direito básico do consumidor de obter informação adequada e clara sobre produtos e serviços.

Logo no Artigo 2º lê-se o seguinte: os preços de produtos e serviços deverão ser informados adequadamente, de modo a garantir ao consumidor a correção, clareza, precisão, ostensividade e legibilidade das informações prestadas.

Vou resumir: experimente passear no quadrilátero dos Jardins, em São Paulo, que abrange as ruas Mello Alves, Oscar Freire, Augusta e Lorena, olhar as vitrines e procurar alguma indicação de preços! Vai achar que é tudo grátis porque nada tem uma etiqueta ou tabela com os preços visíveis. Ah, mas em algumas lojas tem uma plaqueta dizendo: “Informações sobre preços no interior da loja”, em total desacordo com a Lei!!! Como se gozassem da cara do cliente!!!

Essa foi uma Lei que não “pegou”? É, porque tem Lei que não “pega”, ninguém obedece.

Daí, vamos para o outro lado: quem representa o Direito do Consumidor? Quem faz a fiscalização da Lei? Os órgãos públicos? Não, estão ocupados demais com outras coisas!

Então, ai entra a função do Jornalista. Denunciar o que está errado.

Por exemplo: uma operadora de telefonia celular enviava cobranças indevidas a um ex-cliente. Ele tentou de todas as formas fazer com que a empresa parasse com as cobranças. E-mail, cartas, protocolou por telefone as queixas e... nada. Cobranças chegavam. Até que pediu ajuda a um jornalista. Bastou um e-mail à assessoria de imprensa da empresa de telefonia e o caso foi resolvido.

Outro exemplo: uma loja do Shopping Iguatemi, finérrima, chiquérrima como seria mencionada na revista Caras, insistia em manter a vitrine sem preços. Até que um dia, recebeu a visita de um conhecido jornalista, o qual começou a fazer perguntas, pedir nomes dos responsáveis, pois pretendia publicar uma matéria sobre esse assunto (a Lei nº 10.962).

No dia seguinte a vitrine da tal loja recebeu uma plaquetinha com preços, ainda que reduzidíssima, mas estava lá.

Assim, apesar de todos os Renans da vida, todas as empresas que desrespeitam as Leis, apesar de todas as denuncias, as irregularidades estão ai e o fato dos jornalistas apontarem esses erros, não significa necessariamente que eles são os chatos da historia.

Em vez de perder tempo achando que jornalista é o dedo-duro, ache um culpado por falcatruas, no Governo, por exemplo.

NOTA DO BLOG: Alguém se arrisca a dar um pitaco?

Publicidade on-line: nova ordem mundial

“A agência do futuro será metade uma empresa de software e metade uma empresa de entretenimento, porque esse será o cenário”, vaticina Ajaz Ahmed, presidente do Conselho e co-fundador da agência de marketing digital AKQA para Emily Steel, do Wall Street Journal numa reportagem reproduzida pelo OESP.

A repórter continua o raciocínio interessante afirmando que os anunciantes têm aumentado a fatia da publicidade on-line em seus orçamentos. “A publicidade americana na internet virou uma indústria de US$ 16,9 bilhões – 5,9% do mercado publicitário total dos Estados Unidos”, diz ela citando o Interactive Advertizing Bureau.

Segundo ela, boa parte do interesse pela publicidade on-line pode ser devido ao fato de que, nesse novo mundo, os anunciantes conseguem ser muito mais científicos, precisos na decisão de onde colocar seus anúncios do que nos veículos tradicionais. “Usando técnicas de segmentação comportamental, é possível acompanhar os hábitos on-line de potenciais clientes”, diz a repórter.

Tem outra vantagem típica dessa nova ordem digital: a vedete da publicidade on-line, os links patrocinados que respondem por 40% dos gastos com publicidade, só exige que o anunciante pague quando o consumidor clica nos anúncios.

Alguém se arrisca com alguma opinião?

Cerveja de mais pode ser um problema

Beber pra que? Pra que beber? Reflita bem....
clique na imagem

TRE aprova com ressalvas contas do PFL e adia julgamento de ação contra Riva


O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso aprovou com ressalvas a prestação de contas do Diretório Regional do PFL referente ao exercício de 2003.

A decisão foi por unanimidade, em sessão ordinária dessa terça-feira (7), e acompanhou o voto do relator, desembargador José Silvério Gomes e parecer ministerial.

Foram adiados para a próxima sessão os dois processos contra o primeiro secretário da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual José Geraldo Riva.

O primeiro processo, referente a ação de impugnação de mandato eletivo interposto contra o deputado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), foi adiado por falta de quórum qualificado devido a ausência do juiz João Celestino Corrêa da Costa Neto.

O relator da ação de impugnação é o desembargador Leônidas Duarte Monteiro. Na ação Riva responde por abuso de poder politico e econômico, corrupção eleitoral e prática de conduta vedada em campanha eleitoral.

O juiz João Celestino também é o relator do segundo processo contra Riva que estava na pauta de julgamento de hoje referente a representação eleitoral (processo n.1383/2006) interposta pelo MPE.

Além da representação eleitoral contra Riva, foram adiadas também mais cinco processos em que Celestino era relator, sendo três prestações de contas e dois recursos eleitorais da 23ª ZE de Colíder.

Entre as prestações de contas referentes às eleições de 2006 está a do ex vice-governador na gestão de Dante de Oliveria e candidato ao Senado Federal pelo PSDB, José Rogério Salles. O parecer do Ministério Público Eleitoral é pela rejeição das contas.