6 de setembro de 2007

Duas jornalistas que brilham em Tangará da Serra

O charme da imprensa tangaraense

Jocelaine Simão e Lucélia Andrade escrevem o dia-a-dia de Tangará da Serra nas páginas do decano Diário da Serra. Suas matérias jornalísticas são ricas em conteúdo e bem narradas. Essas duas eu leio e recomendo.

Bloggueiro fala de cultura nordestina na TV Independência

Falei por mais de 10 minutos sobre Lampeão para a comunidade tangaraense. Foto publicada no jornal "Correio do Ceará", a 7 de abril de 1937

Estive ontem à noite no programa Tangará em Destaque, TV Independência - Rede TV!, falando sobre diversidade cultural, com o apresentador Kiko Padovanni.

Em meia hora de entrevista, falei sobre a escassez da região semi-árida do sertão nordestino, o processo de migração, falta de políticas sociais e Lampeão, o rei do cangaço.

Abordei a importância do Centro de Tradições Nordestina em Tangará da Serra, entidade da qual sou vice-presidente atual e o grande contingente nordestino que habita no município, algo superior a 15 mil pessoas.

Destaquei nomes de algumas autoridades (nordestinos) que trabalharam pelo crescimento de Tangará da Serra e outras que permanecem colaborando pelo bem-estar da comunidade.

Foi gratificante, nossa participação no programa de Kiko Padovanni. Tivemos a oportunidade de expor um pouco do nosso jeito de ser e viver nordestino.

Brevemente veicularei vídeo da entrevista neste blog. Aguardem!

Sorria com a charge-okê desta quinta-feira

A insistência de Renan em permanecer ocupando a cadeira de presidente do Senado Federal "está doendo em mim". Clique na imagem e confira mais este trabalho de Maurício Ricardo.

Atitude de políticos de Juína envergonham o Brasil e o Mundo

O que o prefeito de Juína (MT) Hilton Campos, vereadores e alguns fazendeiros plantados no município fizeram com jornalistas franceses e membros do Greenpeace, nos envergonha extremamente.

O mundo todo já sabe o que ocorreu no último dia 19 de agosto naquelas terras de Mato Grosso.

Foi vergonhoso e imoral.

Fiquei com a impressão que algumas localidades deste Estado ainda são comandadas por coronéis do Império. Pior: em pleno regime democrático, onde os cidadãos e cidadãs têm direito para ir e vir.

Em Juína ainda não é assim. Lamentável!

As autoridades brasileiras, aquelas que têm a coragem do ministro Joaquim do STF, devem tomar providências quanto à questão o mais rápido possível.

Juína não é uma China e muito menos uma Cuba. E o senhor Hilton está muito longe de ser Fidel Castro.

Então, acabe-se com essa vergonha em Juína. Permita-se que qualquer cidadão do mundo entre e saia desse município sem ser importunado.

O greenpeace nada mais faz senão zelar pela qualidade de vida da humanidade. O que fere os interesses de muitos podedoros, eu sei, e muita gente sabe disso também.

O fogo está lambendo Chapada dos Guimarães


A imprensão que estou tendo é que ao invés de água, está caindo casolina dos céus, para os incêndios estarem tão violentos no município mato-grossense de Chapada dos Guimarães.

Há seis dias o Parque Nacional de Chapadas está sendo consumido pelo fogo.

O Ibama estimou que entre 800 a 1.000 hectares do Parque estão sendo queimados por dia, sendo que até ontem a estimativa era de que mais de quatro mil hectares já haviam sido devastados dentro da unidade de conservação.

No lado externo, a perda de seis mil hectares de vegetação é garantida, mas o número pode ser maior, porque muitos focos não estão sendo controlados. O Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, que é a parte protegida pelo Ibama, tem quase 33 mil hectares.

O fogo, que entrou na unidade no sábado, queimou o morro de São Jerônimo e o Caminho das Pedras e ameaçava destruir o circuito das cachoeiras, que inclui sete quedas d´água, entre elas o Véu de Noiva.

Num trabalho exaustivo, os brigadistas do Ibama, Defesa Civil e Bombeiros conseguiram conter as labaredas que chegavam pela parte superior do Parque.

Com informações do Diário de Cuiabá

O PT está cada vez mais abotinado


Estou lendo nesta manhã no jornal A Gazeta:

"A vitória do deputado estadual Ademir Brunetto como presidente regional do Partido dos Trabalhadores, aproximaria a sigla ainda mais de Maggi e "facilitaria" as coisas para Serys, que guarda o sonho de poder ser candidata a reeleição em 2010 com Maggi na outra vaga para o Senado da República.

Brunetto representa a ala menos radical do PT e mais próxima da vontade do presidente Lula, quando o assunto é apoio a Blairo Maggi".

NOTA: Quando leio tal nota fortaleço cada vez mais meu pensamento que o "PT" em pouco tempo deixará de ser o PT que conheci, para ser um mero e desvalorizado partido brasileiro, quase sem nenhum reconhecimento e respeito dos eleitores.

Definitivamente, o PT de Mato Grosso se vendeu ao governador Blairo Maggi. Chego a imaginar que não será impossível uma fusão entre PR e PT a tal ponto dos dois partidos passarem a ser chamados de Partido Republicano dos Trabalhadores (PRT).