23 de outubro de 2007

Homem sem identidade perambula há anos pelas ruas de Tangará da Serra

Este homem vive há anos perambulando pelas ruas e avenidas de Tangará da Serra. Não tem família e nem documentos. Provavelmente seja portador de deficiente mental. Gosta de passar a maior parte do tempo em pé, em terrenos baldios das áreas periféricas da cidade. Seu pernoite é sempre em alguma casa abandonada ou em construção. Vive rindo. Não fala com ninguém. Não é agressivo. Imagino que alguma coisa deva ser feita por este ser humano. Quem sabe, a descoberta de sua identidade e família para começar....

Traudi Hoffmann expõe suas telas em Tangará da Serra

A exposição da artista plástica tangaraense pode ser vista até o final deste mês nas dependências do Centro Cultural Pedro Alberto Tayano, anexo à Secretaria Municipal de Educação de Tangará da Serra. Vale apena conferir...

Veja outras telas aqui

Traudi Hoffmam expõe suas telas em Tangará da Serra


"Mosquitos" declaram guerra ao Brasil



Charge de Henrique publicada na Tribuna da Imprensa. Os mosquitos estão chegando! É guerra! Eles vão querer picar você. Eu também, claro! Quem vai nos proteger é a pergunta...

Dois coronéis acusados de abuso de autoridade no Mato Grosso

Dois coronéis militares de Mato Grosso estão no foco da notícia deste a semana passada, acusados de prática de comportamento não condizente com a função que exercem. Os dois assumem função de comando em cidades do interior.

No município de Rosário Oeste, localizado a 128 km ao norte da capital Cuiabá, O comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar Pery Taborelli Silva Filho, foi denunciado por abuso de poder pelo Ministério Público Estadual.

De acordo com a denúncia, ele emprestou a única viatura disponível no dia, no município, para que um amigo seu, também denunciado, Gilson da Silva, fosse até Cuiabá para fazer compras para seu empreendimento comercial que estava para ser inaugurado, o "Los Compadres".

Em Tangará da Serra, o assunto em pauta envolve o tenente-coronel, comandante do Corpo de Bombeiros Valmil de Paula Borges, por ter surrado o servidor público Márcio Pereira dos Santos.

Este caso registrado em Tangará da Serra, motivou abertura de sindicância militar, obrigando a vinda de um oficial ao município nesta terça-feira (23) para apurar os fatos relatados pela própria vítima em Boletim de Ocorrências lavrado no dia 29 de setembro.

Os dois militares negam as acusações.