3 de dezembro de 2007

Foto do dia

"A farmer’s truck expresses support for Mato Grosso’s governor and scorn for his most vocal critics. “Greenpeace Out,” the top sticker reads. “The Amazon belongs to Brazilians.” Leia matéria completa aqui

Professor não está preparado para alunos deficientes

No caminho para promover a inclusão de alunos especiais na rede pública brasileira dentro das escolas regulares, como defende o Ministério da Educação (MEC) e grupos de especialistas da área, há uma barreira essencial a ser superada: o treinamento do professor para receber e ensinar esse estudante.

Pesquisa Ibope encomendada pela Fundação Victor Civita, obtida com exclusividade pela reportagem, revela que 96% dos professores da rede pública se dizem despreparados para a inclusão de alunos especiais e 87% deles nunca receberam nenhum treinamento para isso.

Foram ouvidos 500 docentes, em uma amostra de todas as capitais.

Leia mais aqui

Secretário de Educação de MT 'passeia' nos EUA


O secretário de Estado de Educação, Ságuas Moraes Sousa, está desde sábado (01) a em Washington, nos Estados Unidos, onde permanecerá até dia 5 de dezembro, a convite da Embaixada dos Estados Unidos aos secretários de Educação do Brasil.

O destino seguinte é Atlanta, com agenda programada até 8 de dezembro. A visita objetiva a "troca de experiência" sobre os sistemas de ensino dos dois países.

Em Washington, o secretário visitou órgãos e entidades federais de Educação e, em Atlanta, visitará dez escolas públicas.

Tudo às nossas custas, claro. Êta vidona essa desses caras!!!!

Enquanto isso, a Educação de Mato Grosso vai de mal a pior, como a cantiga da perua. Mas quem liga para a Educação? Bobagem minha em fazer essa redundante pergunta.

Segundo pesquisa, 50 jovens morrem diariamente no Brasil

Pesquisa inédita aponta que quase cinqüenta jovens são assassinados diariamente no Brasil. Usando dados do Ministério da Saúde, o sociólogo Julio Jacobo, do Instituto Sangari, mostra que, para cada cem mil jovens entre 15 e 24 anos de idade, 48,6 são vítimas de homicídio anualmente.

Entre os adultos, o índice é de 25,8.

No Brasil, desde 1995, aconteceram 296.622 mortes de jovens por causas violentas. Até o fim da década de 1970, o número de jovens mortos no trânsito, de 4.373, era maior do que o número de jovens assassinados (3.266).

Nas últimas décadas, as mortes no trânsito quase dobraram, passaram de oito mil, mas foram superadas - de longe - pelos homicídios, que chegam perto de 18 mil em um único ano.

Somente em 2006, foram 17.163 homicídios de jovens com idades entre 15 e 24 anos. É quase a média anual de mortos na guerra civil que terminou em 2002 em Angola, na África.

Em alguns lugares do Brasil o número de jovens assassinados atinge níveis ainda mais alarmantes.

Há municípios em que as taxas são até quatro vezes maiores do que a média nacional, que já é considerada extremamente alta.


LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO AQUI

Senadora petista diz que não pagará dívidas deixadas por Alexandre César

O jornal A Gazeta divulga na edição desta segunda-feira que a senadora mato-grossense Serys Marly (PT), afirmou neste domingo, que o Partido dos Trabalhadores não irá pagar as dívidas deixadas pela gestão de Alexandre Cesar e que não foram declaradas à Justiça.

O rombo de R$ 3 milhões herdado pelo diretório estadual e de Cuiabá a sigla é alvo de um mandado de execução judicial para pagamento de uma dívida da campanha de 2002 no valor de R$ 544,3 mil.

Segundo o jornal, dos mais de R$ 3 milhões devidos, R$ 2,8 milhões foram admitidos por Alexandre como sendo do diretório estadual.

Mais R$ 964 mil seriam da campanha a prefeito de Cuiabá em 2004.

Outros R$ 544,3 mil só vieram a público neste domingo, quando A Gazeta divulgou que a empresa Inova Mídia Estratégias de Marketing e Comunicação recorreu à Justiça para receber por serviços da campanha de 2002 e a juíza Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva, da 5ª Vara Cível de Cuiabá, determinou a execução da cobrança.

A coisa está feia meio. E a senadora está mais que certa em seu posicionamento.

Mudança no secretariado de Tangará da Serra

O tangaraense Jornal do Vale traz notícia nesta segunda-feira (03), dando conta que o prefeito Júlio César Ladeia deverá mexer o quanto antes em seu secretariado.

Diz o noticioso que há possibilidades de serem substituídos os secretários de Sáude, Toninho Iporã, de Educação, Rosenilda Grajel e da Assistência Social, Ângela Louret.

O engenheiro sanitarista Jeférson Lima que responde pela direção do SAMAE, também deixaria o cargo por decisão particular.

As mudanças ocorrerão para que o prefeito tenha mais liberdade para trabalhar com os partidos aliados seu projeto de reeleição em 2008.

NOTA: No meu entendimento, os secretários citados àcima, ineficientes em suas funções como são, nem deveriam mais estar nos cargos. A troca acontecerá tarde de mais.

Charge do dia


Charge de Spon Holz. Boa pergunta, essa...A resposta é por sua conta.