17 de janeiro de 2008

Balão de ensaio

Estou assistindo de camarote o "balão de ensaio" com os nomes de alguns cidadãos tangaraenses que querem a todo custo ganhar altitude na política quando ainda nem decolaram do barro.

Alguns ainda não decolaram e já estão se imaginando passeando nas nuvens.

Outros, nunca decolariam porque a comunidade tangaraense não os conhecem e nem sabe o que eles fizeram pelo bem do Município, ou dizem estar sonhando fazer.

A postulação para ocupar a chefia do Executivo, por exemplo, só vai prosperar na cabeça de alguns sonhadores. Não chegará nem perto do imaginário da população.

E é preciso dizer: são bem poucos os que caem de pára-quedas sobre um palácio.

Faculdade de Tangará está na lista do MEC para cortar vagas

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na manhã desta quinta-feira (17) uma lista de 29 instituições de ensino superior que vão ter que adotar medidas para melhorar os cursos de direito.

Mato Grosso está na lista com duas de suas instituições.

A Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas do município de Diamantino e as Faculdades Integradas de Tangará da Serra (Unitas).

A primeira terá que reduzir 20 de suas 100 vagas oferecidas semestralmente.

A Unitas será obrigada a reduzir 10 das 90 que vinha oferecendo.

As duas instituições terão que se adequar pelo fato de seus cursos terem alcançado conceito 2(em uma escala que vai até 5) no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e também 2 no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD).

Uma ação por parte do MEC com relação às duas faculdades já era aguardada.

Confira a situação das outras instituições brasileiras com semelhantes problemas clicando aqui

Um terço dos deputados federais tem pendências na Justiça

Denominado de Projeto Excelências, um levantamento feito pela Ong (organização não governamental) Transparência Brasil divulgado nesta quinta-feira (dia 15), revela que um terço dos deputados federais na atual legislatura possuem pendências na Justiça ou em Tribunais de Contas.

Segundo a pesquisa do Excelências, dos 513 parlamentares em exercício, 163 apresentam ocorrências na Justiça ou em Tribunais de Contas, o que corresponde a 32% dos membros dessa Casa.

Com as informações disponíveis em cada Estado, Tocantins lidera o ranking, com 75% de seus deputados federais citados, seguido por Paraíba, com 67%, e Santa Catarina, com 63%.

Amapá, Rondônia e Mato Grosso têm 50% dos parlamentares nessa situação. A região Norte do Brasil é a que tem mais deputados com pendências na Justiça.

Segundo o Excelências, dos 65 deputados da região, 28 apresentam problemas, o que representa 43% do total. A região Centro-Oeste é a que tem menos deputados com problemas na Justiça,

Saiba mais aqui

Maggi busca PMDB e PP para sua base aliada

O governador Blairo Maggi (PR) vai abrir hoje negociação com o PMDB e o PP para finalizar os entendimentos em torno da equipe que vai, conforme diz, tocar o governo a partir do mês que vem.

O PMDB vai assumir uma secretaria. Provavelmente a de Projetos Estratégicos ocupada por Cloves Vettorato. Com isso, tornando se aliado do governo.

Caso essa costura do governo do PR com o PMDB seja confirmada no plano estadual, haverá grande possibilidade de acontecer também nos municípios.

Este pode ser o caso de Tangará da Serra, onde o prefeito Júlio César Ladeia (PR) tem em seu governo dois dos importantes nomes do PMDB local: vereador João Negão, novo líder do prefeito na Câmara e o secretário interino de Saúde, Mário Lemos.

Na prática, o PMDB local sempre esteve na base aliada do prefeito. Primeiro com o vereador Amauri Paulo Cervo na condição de líder na Câmara, depois com o secretário Mário Lemos e mais recentemente, com o vereador João Negão como líder.

A possível aliança do PR com o PP no plano estadual também poderá trazer novos desdobramentos nos municípios. O que tornaria também possível acontecer algo novo em Tangará da Serra.

Neste município não são poucas as pessoas que gostariam de votar numa chapa formada pelo prefeito Ladeia tendo como vice a ex-prefeita Ana Monteiro de Andrade (PP). O fato é que tudo ainda está sendo tratado em hipóteses.

Mas, depois do período de Mono que se avizinha, essas situações estarão muito mais claras para nossos webleitores. Veremos, pois.

PS: Escrito apenas por duas mãos. As deste escrevinhador em província alheia.

REVIRAVOLTA: Sachetti será o presidente do PR

Anunciado ontem pelo governador Blairo Maggi, o nome do secretário Extraordinário do governo, Moisés Sachetti, para presidência do PR no Estado.

O deputado Mauro Savi, líder do governo na Assembléia, foi escalado pelo governador para comunicar aos demais membros da legenda.

O superintendente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Adjaime Ramos de Souza, não aceitou a condução do partido. Ele deverá ser eleito secretário-geral, na próxima semana.