1 de fevereiro de 2008

Deputado jogará 'pelada' em Denise para ajudar prefeito

De Denise (MT) recebo email de um webleitor informando que aquele deputado que ninguém o ver mais por Tangará da Serra e região médio norte, tem viagem marcada para lá. Essa será a primeira visita que ele fará ao Município depois de 2006.

O ilustrado parlamentar visitará Denise para participar de uma ‘pelada’ de futebol com o prefeito da cidade. Objetivo: ajudar a alavancar a campanha rumo à reeleição do chefe do Executivo.

E naturalmente fazer uma fitinha de olho em 2010.

Isso é que é trabalho e competência.

Governador não deveria ter rebatido números do INPE

O governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR), nunca deveria ter rebatido os números relativos ao desmatamento da Floresta Amazônica nos últimos meses do ano.

A imagem do Estado no cenário nacional e internacional ficou pior.

Não foi nada agradável para nós, vermos a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, acompanhada dos ministros Tarso Genro (Justiça) e Guilherme Cassel (Desenvolvimento Agrário) dizer que preferia acreditar nos números apresentados pelo INPE.

Para Marina, mais valem os números que os apelos por uma nova versão requerida pelo governador Maggi. Sujou.

A notícia está correndo o mundo. Numa proporção tão violenta que não haveria como Blairo fazê-la tomar outro rumo.

Coisa péssima para o Mato Grosso. E pior para Blairo que, segundo dizem, poderá ser candidato a presidência da República em 2010.
Depois dessa, cá entre nós:

Você acredita que os EUA, Ásia e União Européia, dariam algum tipo de apoio e incentivo político/econômico para um candidato acusado de não ter tido força política e administrativa para sequer controlar o avanço da destruição da Amazônia?

Se Blairo tivesse ficado calado dessa vez, estaríamos apanhando menos das ONGs e da Imprensa mundial. O prejuízo estaria sendo menor.

O ‘diabo verde da Amazônia’

Recebo email de um brasileiro que mora nos Estados Unidos da América dizendo que a poderosa mídia de lá está batendo com um ‘porrete de jucá’ no governador de Mato Grosso.

O olhar da imprensa norte-americana está tão envenenado com os agressores da Floresta Amazônica, que até apelidos em personalidades políticas das regiões centro-oeste e norte do Brasil, estão se tornando comum até na boca das criancinhas.

Advinha só quem está, segundo esse brasileiro, com o famoso apelido de ‘diabo verde da Amazônia’? Isso mesmo: o governador Blairo Maggi.

Lamento muito que nossa Amazônia esteja sendo tão ridicularizada na boca de quem nunca foi bom exemplo no combate aos crimes ambientais.

Todavia, está evidente que os destruidores e os que apóiam a destruição de nossa floresta, pagarão alto preço. No presente e no porvir. Aguardemos, pois.

No dia em que teus olhos...

POR REJANE TACH


No dia em que os teus olhos pararam
De me olhar
Meus dramas generosos foram –se
Com o vento impetuoso para abismos
E fui vencida...
Deslocada subjuguei-me ao pensamento escasso
Nas minhas limitações... chorei...

Todas as minhas verdades perdi
Para viver inconstante um momento
Quem sabe... Nos teus delírios...

Não quero mais as janelas do céu
Meu anjo feito de pedra seguiu a escuridão
E agora escuto um vendaval de dúvidas
Porque estou amadurecendo aos poucos...

Se não tenho mais teus olhos olhando para mim
E minhas pálpebras úmidas se fecham,
Prefiro dormir... - deslizar em silêncio num
Amadurecimento tardio
E
Continuar a libertar-me...

Clovis Batista rejeita convite para assumir a Sinfra

O empresário Clovis Batista (PR) recusou convite do prefeito de Tangará da Serra Júlio César Ladeia (PR) para assumir a Secretaria Municipal de Infra-estrutura.

Sua posse na chefia da pasta deveria ter ocorrido nesta quinta-feira (31). Mas, de última hora, passou a circular na cidade a informação sobre o recuo de Clovis.

Ainda não há precisão sobre os motivos que levaram o empresário rejeitar o convite. Boatos, porém, dão conta que teria sido em atenção a um pedido do seu amigo, ninguém mais que o governador do Estado, Blairo Maggi (PR).

Se de fato foi isso que ocorreu, começa-se uma situação intrigante para os analistas explicarem. Por que teria o governador impedido Clovis se tornar assessor do prefeito Júlio César Ladeia?

Outra fonte “informa” que o empresário rejeitou o convite atendendo solicitação da família. Especialmente da esposa.

E agora? Como explicar para a comunidade o fato de um figurão do partido do prefeito ter rejeitado um convite tão honroso?

Penso que uma explicação convincente deveria ser dada para todos nós que acompanhamos o desenrolar da política local. E não sendo Clovis, quem assumirá a Secretaria mais solicitada em Tangará da Serra?

Porfírio diz ao Jornal da Comunidade que permanecerá por mais 15 dias na Sinfra

Secretário de Infra-estrutura de Tangará da Serra, Paulinho Porfírio foi o entrevistado desta quinta-feira (31) do Jornal da Comunidade (Nova Horizonte FM) produzido e apresentado por este jornalista.

Sem rodeios, Paulinho me respondeu várias perguntas no decorrer dos 20 minutos que permaneceu no ar comigo.

Disse-me que no decorrer dos 22 meses à frente da Sinfra fez tudo o que esteve ao seu alcance. Informou que assumiu uma pasta com problemas de toda natureza.

Citou a situação do maquinário que se encontrava verdadeira sucata. E o que fez para que hoje no pátio da Secretaria uma máquina apenas esteja quebrada.

Contou que o momento que o deixou mais triste na Secretaria foi quando aflorou a questão da venda do óleo diesel, assunto ainda pendente na Justiça.

Sua maior alegria foi ter asfaltado várias ruas e em especial algumas do bairro Vila Horizonte onde reside.

Relatou que sempre manteve bom relacionamento com o prefeito Júlio César Ladeia e com vereadores do Município. “Tive um pequeno problema apenas com o vereador Pedrinho (Pedro Francisco da Silva – PTB)”.

Paulinho disse ainda está deixando a Sinfra de cabeça erguida e se mostrou favorável a permanecer auxiliando a atual administração municipal.

Ontem seria seu último dia à frente da Secretária, mas pelo fato de o empresário Clovis Batista ter recusado o convite para assumi-la, estaria aguardando o retorno do prefeito Júlio César da capital do Estado, para estudar a situação.

Garantiu que não teria problemas em permanecer por mais duas semanas no cargo até seu substituto ser nomeado. No final do programa anunciou seu intento de concorrer à reeleição de vereador.

A entrevista com Paulinho Porfírio foi a segunda com políticos desde que o jornal estreiou na semana passada. O primeiro foi o vereador petebista Pedro Francisco da Silva (Pedrinho).

Novamente foi ruim o desempenho dos bacharéis em Direito de Mato Grosso

Conforme números divulgados nesta quinta-feira (31) pela Fundação Cespe da Universidade de Brasília (UnB), mostram que Mato Grosso ficou em penúltimo lugar no Exame da Ordem, perdendo apenas para o Amapá.

Dos 1.426 bacharéis inscritos, apenas 265 foram aprovados.

Esse número representou aprovação de 18,58%.

O Estado que mais aprovou bacharéis na primeira fase foi a Bahia, com 40,67 do total de inscritos.

De acordo com a lista encaminhada pela Cespe, dos 265 aprovados em Mato Grosso, 204 são de Cuiabá. Os demais estão distribuídos nas cidades de Rondonópolis (30), Tangará da Serra (15), Cáceres (12), Sinop (3) e Diamantino (1).

Os números ainda podem sofrer alterações por causa do período de recursos. O número de aprovados deve cair em função da segunda fase do Exame.

Amapá aprovou 14,89% dos candidatos inscritos para ingresso na carreira de advogado. Mato Grosso do Sul aprovou 24% dos seus candidatos.

Internet ruim durante toda a quinta-feira

Bom dia!

Tivemos uma quinta-feira infernal. Com chuvas durante todo o dia. Creio que isso tenha sido o motivo pelo qual ficamos sem uma boa internet em Tangará da Serra. Com dificuldades para postar novas matérias neste blog passamos uma quinta-feira com estresse altíssimo.

Ainda estamos com dificuldades nesta manhã de sexta-feira. Mas na medida do possível iremos postando cada assunto já escrito deste ontem. Vamos nessa...