15 de fevereiro de 2008

Angústia no coração dos educadores

Grande parte dos educadores com quem tenho dialogado ultimamente está mesma muito decepcionada com os soldos que vem percebendo por seus serviços do governo estadual de Mato Grosso.

Noto que a preocupação com os baixos rendimentos está cada dia transformando profissionais da Educação em pessoas angustiadas, desmotivadas, desinteressadas em ministrar bons conteúdos para os aprendentes.

Concluo que nessa situação todos saem perdendo. Sobrando prejuízo maior, evidentemente, para os alunos.

Não há mais como prorrogar uma solução para os graves problemas existentes na área da Educação. Colocando-se como de fundamental importância a valorização salarial desse profissional.

A persistir o quadro, ao invés da Educação cumprir seu papel na formação do bom cidadão, estará fabricando mais analfabetos, desiludidos e revoltados com o mundo.

28 de fevereiro: inauguração da Farmácia Popular

Confirmada para dia 28 do mês em curso, inauguração da Farmácia Popular em Tangará da Serra. A partir de então, a população terá acesso gratuito a 107 tipos de medicamentos.

Justiça federal suspende obras do PAC em Várzea Grande

Os grandes jornais de Mato Grosso destacam nesta sexta-feira 15, decisão do juiz federal Julier Sebastião da Silva, em caráter de liminar, suspendendo as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Várzea Grande (MT).

O que chamou a atenção do Ministério Publico Federal foi o inusitado fato de apenas a empresa Três Irmãos Engenharia Ltda ser a única concorrente de uma licitação envolvendo mais de 130 milhões de reais em obras civis. Além disso, técnicos do TCU constaram ainda a sobrevalorização de alguns itens de até 567,8%.

Posso imaginar o tamanho de outras maracutais que estejam acontecendo com o dinheiro público pelo Brasil afora. Mas, como ‘não há nada encoberto que não venha ser revelado’ aguardamos que outros juízos federais tomem semelhantes providências onde houver necessidade.