26 de fevereiro de 2008

O Estado ainda não se encontra totalmente em Tangará da Serra

Ainda não ouvi ninguém em Tangará da Serra explicar o fato da inexistência no Município de uma Delegacia da Polícia Federal,um posto do IBAMA e um Hospital Público.

Mas o que uma coisa tem a ver com as outras?

Imagino que o fato em comum da falta de interesse dos nossos governantes em ver essa cidade bem aparelhada com os órgãos do Estado que podem favorecer a população.

A presença da PF nessa região traria muito mais segurança para os cidadãos.

Sua inteligência e trabalho no combate ao crime organizado inibiriam muitas coisas. Além de inibir também a presença freqüente de traficantes de diversos tipos de entorpecentes que grassa como fumaça entre nós.

O Ibama teria também função importantíssima na região. Grande parte dos crimes ambientais, principalmente em relação aos nossos rios e mananciais poderia ser evitada se o Ibama estivesse entre nós.

Já o hospital municipal é inquestionável a sua importância. Aliás, já procurei entender porque municípios como Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Brasnorte, etc., têm hospital publico enquanto que Tangará vive na penúria quando o assunto é saúde pública.

Penso que se os governos municipal, estadual e federal somassem mais forças essas situações poderiam ser facilmente resolvidas.

Mas, quem se habilita para isso? Onde estão nossos políticos falastrões e garbosos que não enfrentam esses desafios?