11 de março de 2008

Solicito a presença da polícia militar nas imediações das escolas

Dada a grande atuação de delinquentes no interior das escolas públicas de Tangará da Serra, solicitei através do Jornal da Comunidade – 11h30 – Nova Horizonte FM -, que a Polícia Militar passe a ter presença mais constante nas imediações dessas unidades escolares e mesmo no interior delas.

Justifiquei o fato informando que em menos de 30 dias meliantes invadiram duas vezes e furtaram toda merenda escolar de uma dessas unidades, e em pleno horário de aula, a bicicleta de um aluno e o capacete de uma professora.

O furto do capacete foi mais ousado. O meliante aproveitou um momento em que não havia ninguém na sala dos professores, entrou, pegou o objeto e o levou consigo.

Situação preocupante que a meu ver merece atenção especial do Estado através de suas polícias.

Conselheiro da Educação do Município de Tangará da Serra

Minha gratidão aos pais de alunos da rede municipal de ensino de Tangará da Serra por terem eleito este jornalista, conselheiro titular da educação, em assembléia realizada ontem à noite no Centro Cultural Pedro Alberto Tayano.

Junto-me aos outros 13 titulares eleitos ano passado.

Minha eleição aconteceu para preencher uma vaga aberta no Conselho.

No Conselho forte e atuante pretendo colaborar o máximo para honrar a confiança que os pais de alunos da rede municipal depositaram em minha pessoa.

Em tempo: estou na titularidade de dois Conselhos: Cultura e agora Educação.

Ex-prefeito, ex-vereador e empresária são condenados

O ex-prefeito de Araguaiana, Adelson Marcos Sanches, o ex-presidente da Câmara de Vereadores Diari dos Reis Paulino Feitosa e a empresária Vera Maria Rodrigues foram condenados pelo juiz José Antonio Bezerra Filho, da Segunda Vara Cível da comarca de Barra do Garças, por improbidade administrativa, praticada no ano de 1999.

Os três, conforme a decisão, são acusados de utilizar o erário público para benefício próprio. A ação civil pública foi impetrada pelo Ministério Público Estadual, em 2000.

Os acusados ainda podem recorrer da decisão do juiz.

O magistrado determinou que o ex-prefeito devolva aos cofres públicos o valor de R$ 10 mil, acrescidos das cominações legais, desde 9 de fevereiro de 1999, mais multa de igual valor.

O juiz determinou ainda a suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de oito anos, ao acusado. O ex-presidente da câmara obteve a mesma condenação.

Ex-prefeito, ex-vereador e empresária são condenados

O ex-prefeito de Araguaiana, Adelson Marcos Sanches, o ex-presidente da Câmara de Vereadores Diari dos Reis Paulino Feitosa e a empresária Vera Maria Rodrigues foram condenados pelo juiz José Antonio Bezerra Filho, da Segunda Vara Cível da comarca de Barra do Garças, por improbidade administrativa, praticada no ano de 1999.




Os três, conforme a decisão, são acusados de utilizar o erário público para benefício próprio. A ação civil pública foi impetrada pelo Ministério Público Estadual, em 2000.




Os acusados ainda podem recorrer da decisão do juiz.




O magistrado determinou que o ex-prefeito devolva aos cofres públicos o valor de R$ 10 mil, acrescidos das cominações legais, desde 9 de fevereiro de 1999, mais multa de igual valor.




O juiz determinou ainda a suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de oito anos, ao acusado. O ex-presidente da câmara obteve a mesma condenação.