21 de março de 2008

Buscando a Cristo


Por Gregório de Mattos

A vós correndo vou, braços sagrados,
Nessa cruz sacrossanta descobertos
Que, para receber-me, estais abertos,
E, por não castigar-me, estais cravados.

A vós, divinos olhos, eclipsados
De tanto sangue e lágrimas abertos,
Pois, para perdoar-me, estais despertos,
E, por não condenar-me, estais fechados.

A vós, pregados pés, por não deixar-me,
A vós, sangue vertido, para ungir-me,
A vós, cabeça baixa, p'ra chamar-me

A vós, lado patente, quero unir-me,
A vós, cravos preciosos, quero atar-me,
Para ficar unido, atado e firme.

BBB é cultura...

Pedro Bial
"Acho que tudo é cultura. Big Bhother é tão cultura quanto Guimarães Rosa", disse o repórter-apresentador Pedro Bial em entrevista à revista Quem desta semana.

Faz sentido se levarmos em conta que padrões de comportamento de uma sociedade está entre as definições de cultura, conforme o Aurélio.

Veja, outros exemplos de cultura exóticas como a cultivada pelo Bial.

Sanduíche de minhoca - prato muito consumido na Austrália, Nova Zelândia e na China.

Xiiiiiii – No Tibet, quando um casal tem dificuldades para engravidar, marido e mulher bebem a urina um do outro pois acreditam que isso vai fertilizá-los.

Vinho de cobra – Em Saigon, no Vietnan, é chique tomar sangue de cobra como vinho nos restaurantes. A preferida é a naja. Elas têm a cabeça cortada para o "vinho" ir direto da fonte ao copo do freguês VIP.

Isso pra citar só alguns casos. Ou seja, mesmo que você ache estranho, Bial não está sozinho. Pelo contrário, no Brasil tem milhões de seguidores.