26 de março de 2008

Acontecendo o I Fórum das Águas em Tangará da Serra


Abertura do Fórum foi feita pelo prefeito Júlio César Ladeia (em pé à dir.).
Está acontecendo em Tangará da Serra o I Fórum das Águas do Cerrado. O evento se estenderá até o final da tarde desta quinta-feira.

A primeira palestra do dia foi sobre “Visão Jurídica da Água”, com o doutor Eduardo Veigas, especialista em recursos hídricos, mestre em direito ambiental e promotor de justiça do Rio Grande do Sul.

Todas as palestras abordam temas relacionados à conscientização e preservação do meio ambiente.

O antiteatro do Centro Cultural Pedro Alberto Tayano está praticamente lotado com autoridades, políticos, empresários, professores e estudantes de Tangará da Serra e região médio norte de Mato Grosso.

CPI da "Miudeza"

Franklin Martins
Franklin Martins, ministro da Comunicação Social, chamou de “CPI da Miudeza” a comissão de inquérito presidida pela senadora tucana Marisa Serrano (PSDB-MS) que apura desvios de dinheiro público através dos tais cartões corporativos.

Se roubar milhões de reais que brasileiros pagam na marra através de milhares de impostos para ter serviço de má qualidade é “miudeza”, tente imaginar o que deve ser “atacado” pra esses hóspedes do poder...

Obrigado pelas 40 mil visitas

Nobre webleitor, benevóla webleitora.

Obrigado pelas 40 mil visitas a este blog.

Estamos apenas há sete meses no ar.

Continue visitando. E opinando.

Nossa gratidão.

TCE multa presidente do Legislativo de Nova Mutum

O presidente da Câmara de Nova Mutum (MT), Unírio Shimer, foi condenado a devolver R$ 17,154 mil aos cofres públicos do município por irregularidades no pagamento de verba indenizatória aos vereadores.

A decisão foi decretada pelo Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE), por unanimidade. Leia mais aqui

Professores de braços cruzados

Profissionais da educação pública estadual decidiram em assembléia realizada nesta terça-feira em Cuiabá, capital de Mato Grosso, pela manutenção da greve, iniciada no dia 14 de março.

Eles não aceitaram a proposta da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) em conceder R$ 912 como piso salarial com aplicação em maio deste ano aos professores com nível médio e R$ 1,550 mil aos docentes que nível superior.

Em discursos, membros da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep) alegaram que a arrecadação estadual aumenta a cada ano e o governo não aplica os 25% constitucionais da receita pública em educação.

Os profissionais lotados em Tangará da Serra devem acompanhar o movimento. A oficialização deverá ser ratificada em reunião marcada para às 19h, na quadra esportiva da Escola Estadual "29 de Novembro".

Nesta cidade alguns professores estão falando inclusive de "fechar" a rodovia que dá acesso a Cuiabá como tática para chamar a atenção do governo estadual. Leia mais aqui

PAC Tangará: a hora do ajuste

Flagrante do momento em que o promotor de Justiça Reinaldo Rodrigues, diretor do Serviço Municipal de Águas e Esgotos - SAMAE Jeférson Luiz, Secretário de Administração Ériko Suares e outras autoridades tangaraenses assinaram Termo de Ajustamento de Conduta com relação às obras do Programa de Acelaração do Crescimento do governo federal. Evento ocorrido no gabinete do prefeito Júlio César Ladeia, às 15h desta terça-feira. Leia mais aqui