12 de maio de 2008

Civismo e educação na festa de aniversário de Tangará da Serra

No trigésimo segundo aniversário de emancipação político-administrativa de Tangará da Serra, uma coisa peço à população que vai comparecer à Avenida Brasil para assistir ao desfile cívico promovido pelas escolas:

Nada de vaias.

O dia não será propicio para vaiar ninguém. Nem mesmo algumas autoridades políticas locais.

É claro: esse comportamento deve ser mantido caso não seja observado nenhum exagero por parte de quem quer que seja.

Mesmo assim, penso, que nem mesmo se alguém tentar aproveitar o belo momento para promoção política partidária pessoal, deva ser vaiado.

O dia será de puro civismo. Fechar a boca e olhos para alguns detalhes a mais, será demonstração de Educação.

As vaias poderão ser dadas no dia 5 de outubro. Vaias silenciosas, claro. Com poder e impacto de bombas atômicas. Demolidoras.

Civismo e educação na festa de aniversário de Tangará da Serra

No trigésimo segundo aniversário de emancipação político-administrativa de Tangará da Serra, uma coisa peço à população que vai comparecer à Avenida Brasil para assistir ao desfile cívico promovido pelas escolas:



Nada de vaias.



O dia não será propicio para vaiar ninguém. Nem mesmo algumas autoridades políticas locais.



É claro: esse comportamento deve ser mantido caso não seja observado nenhum exagero por parte de quem quer que seja.



Mesmo assim, penso, que nem mesmo se alguém tentar aproveitar o belo momento para promoção política partidária pessoal, deva ser vaiado.



O dia será de puro civismo. Fechar a boca e olhos para alguns detalhes a mais, será demonstração de Educação.



As vaias poderão ser dadas no dia 5 de outubro. Vaias silenciosas, claro. Com poder e impacto de bombas atômicas. Demolidoras.

Para o povão apenas as palmas...

Como modismos e costumes vão e voltam, não é de se estranhar que a "novidade" deste terceiro milênio em Tangará da Serra seja a prática característica da política do início do século passado em que a elite se reunia, loteava o poder e o povão apenas batia palma pros patrões e pagava a conta.

Vai vendo...

Observo de camarote o andar da carruagem. Uma verdadeira loucura pela maior parte da fatia do bolo do poder.

Os pobres eleitores se apenas sonhassem o que vem acontecendo nos bastidores da política tangaraense rasgariam o título eleitoral.

É uma verdadeira briga de dinossauros.

Ganhará quem tiver mais dinheiro para patrocinar eventos culturais e pagar pelos serviços do maior número de puxa-sacos.

Aliás, o puxa-saco está em alta cotação em Tangará da Serra.

Vale tudo para aparecer ou dizer o mísero que "fizeram" com recursos públicos.

Agora é a hora de todo mundo se mostrar como as melhores pessoas do mundo.

E as reuniões estão acontecendo a todo fapor. Reuniões que bem poderiam ser chamadas de mini-comícios. Nelas, o Poder, é rateado da forma mais desavergonhada do mundo.

Em terra de sapo...

"Em terra de sapo mosca não dá voou rasante". Cavaleiros do Forró - Banda de Forró do Nordeste do Brasil.

Foto do Dia

Imagem da conhecida cachoeira do Rio Formoso no município de Tangará da Serra - MT. Beleza para encher os olhos dos amantes da natureza.

Charge do Dia


MP pede afastamento de prefeito de Peixoto de Azevedo

Depois da prefeita Baiana Heller (PR), o prefeito em exercício Hermenegildo Bianchi Filho (PR) está com o mandato ameaçado em Peixoto de Azevedo (200 km de Sinop).

O Ministério Público entrou com uma ação civil pedindo o afastamento do atual prefeito, que está no cargo desde o início do ano passado, após o afastamento de Baiana. Leia mais aqui

Filhos superprotegidos podem acabar na situação de Alexandre

Alexandre Nardoni: filhinho-de-papai

O caso Isabella deveria servir para muitos pais refletirem.

Perto de completar 30 anos de idade, Alexandre Nardoni morava com mulher e filhos em apartamento do pai, usava carros do pai, enfim, era sustentando pelo pai, que bancava até a pensão da filha dele, conforme deixou claro Ana Carolina, mãe da menina, ao revelar no Fantástico que só tratava de assuntos relacionados à filha através do avô paterno (e confirmar o ciúme da mulher do pai de sua filha, apontado como motivo da morte da criança).

E como sempre nos casos clássicos de filhinho-de-papai, o criador do personagem não se sente co-responsável pela obra em versão de tragédia.

Ao contrário.

O advogado deixa evidente na mídia que continua superprotegendo “seu garoto” e até ditando o que ele deveria dizer diante dessa história toda...

Presidente Lula admite dificuldades na Amazônia


Durante seu programa semanal de rádio "Café com o Presidente", o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, disse que o principal problema para o governo na Amazônia é manter o controle sobre as atividades ilegais.

De acordo com o presidente, as diretrizes que vão guiar a política governamental na região estão dadas no PAS (Plano Amazônia Sustentável), lançado na última quinta-feira (dia 8). Leia mais aqui

Moções de louvor para autoridades de Tangará da Serra

Nesta segunda-feira (12) será entregue a partir das 9h no plenário vereador Daniel Lopes da Silva, na Câmara municipal de Tangará da Serra, moções de louvor outorgadas pela Assembléia Legislativa de Mato Grosso através de um parlamentar da região.

Homenageados: juiz de direito e diretor do Fórum da Comarca de Tangará da Serra - Dr. Jamilson Haddad Campos, reverendo Marcos Isidoro dos Anjos (IPES), cel. Valmil de Paula Borges, comandante do Corpo de Bombeiros militares de Tangará da Serra e à corporação de Bombeiros Militar do Município.