13 de maio de 2008

120 anos após abolição, negros analfabetos são o dobro dos brancos

A situação social ainda precária do negro brasileiro tem suas raízes não apenas nos três séculos de escravidão, mas também no próprio processo de abolição.

A análise é da coordenadora do Fórum Permanente das Entidades do Movimento Negro de Mato Grosso do Sul, Vânia Lúcia Baptista Duarte.

Para ela, a superficialidade da Lei Áurea, cuja assinatura completa 120 anos hoje, ajudou na constituição das condições negativas da população negra, atestadas pelos indicadores sociais, como os relativos à educação. Leia todo artigo aqui

Charge do Dia


Estudante da terceira série do ensino médio da Escola estadual João Batista em Tangará da Serra, João Flávio, meu aluno de filosofia, me envia a charge bem humorada àcima. Obrigado pela colaboração ao blog.

Aquecimento global faz mosquito da dengue se espalhar para países de clima não-tropical

O New York Times informa nesta terça-feira que o aquecimento global está permitindo que mosquitos do tipo Aedes albopictus, um dos vetores da dengue, sobrevivam em áreas antes consideradas muito frias para ele, contribuindo para o aumento de casos da doença em todo o mundo.

De acordo com o jornal, o Aedes albopictus agora prolifera no sul da Europa e até na França e na Suíça, aumentando os temores de que dengue e outras doenças tropicais possam se espalhar por estes países. "Tudo o que precisa é que um turista infectado traga o vírus da dengue para casa, onde a picada de um mosquito local poderia transmiti-lo a outras pessoas", diz o jornal. Leia mais aqui