30 de julho de 2008

Hora do Show com Legião Urbana "Pais e filhos (ao vivo)"



Vale a pena recordar o som de Renato Russo.

MT fiscalizado pelo alto índice de trabalho escravo

Só nos seis primeiros meses deste ano o Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho e Emprego resgatou 2.269 trabalhadores de condições análogas a de escravo, em 54 ações realizadas em todo país. As operações resultaram no pagamento de R$ 3,5 milhões em indenizações trabalhistas.

O Pará é o estado recordista em denúncias e libertações de trabalhadores. Só neste estado da Região Norte foram realizadas 15 operações no primeiro semestre, com 426 resgatados.

Em Mato Grosso foram realizadas várias operações, com a libertação de muitos trabalhadores.

Uma das principais operações em Mato Grosso foi realizada no mês de junho. Fiscais do Trabalho encontraram 51 trabalhadores em situação degradante na fazenda de gado Rio Mutuca, em Juara.

Também em junho sete trabalhadores rurais que prestavam serviços em uma propriedade foram resgatados em uma operação feita pela Polícia Rodoviária Federal junto com uma equipe da Procuradoria do Ministério Publico do Trabalho de Mato Grosso.

Os trabalhadores estavam na propriedade Agropecuária São José, no município São José do Xingu.

Já no mês de abril deste ano, a juíza Tatiana de Oliveira Pitombo, titular da Vara do Trabalho de Alta Floresta, ao julgar uma Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) determinou que um fazendeiro da região pagasse R$ 100 mil por danos morais coletivos.

Ele foi acusado de submeter trabalhadores a condições degradantes de trabalho.

A ação foi apresentada após inspeção realizada na propriedade, onde foram encontrados cinco trabalhadores alojados em barracos de lona, sem condições mínimas de saúde e de higiene.

Confira as regras da propaganda política para estas eleições

As regras para propaganda política em veículos automotores foram discutidas hoje no Tribunal Regional Eleitoral. O uso de adesivos com nome e número de candidatos terão que obedecer aos critérios. Veja vídeo aqui

Esse é o Cara

Conheças o Tal. O Cara. O único. O bom. Veja o vídeo.

Campeões em propaganda de TV e fracos em jogos

Todo mundo se lembra que o futebol da dupla Ronaldo & Ronaldinho Gaúcho começou a sumir e a Seleção se ferrou na época em que os dois eram campeões em propaganda de TV.

Parecia até efeito de inveja de milhares de telespectadores diante do talento dos craques.

Coincidência ou não, agora, às vésperas das Olimpíadas de Pequim, Giba, o craque das quadras, já desponta como estrela de nove entre dez propagandas da TV.

E, de repente, a até então imbatível Seleção de Vôlei perde para os EUA e para a Rússia. É como diriam nossos vizinhos da latino-américa: - "Yo no creo en brujas, pero que las hay..."

Serys fala sobre baixo número de candidatas

Durante o 16º Congresso Nacional dos Trabalhadores na Indústria (CNTI), em Belo Horizonte (MG), a senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) fez uma palestra sobre “Processo Eleitoral: a questão de gênero nas instâncias do poder”. A senadora falou sobre o número menor de mulheres candidatas a cargos públicos (prefeitas, vereadoras, governadoras e deputadas) e procurou incentivar a presença feminina mais freqüente no meio político.

Charge do Dia

Charge de J. Bosco publicada hoje no O Liberal.

Mais uma dos cientistas desocupados do Oriente

Cientistas publicaram um estudo na revista Clinical Neurology investigando o valor científico de um hábito comum em alguns países do Oriente: dar calçados com chulé para epilético cheirar. Supõe-se que o cheiro nada agradável ajuda a evitar convulsões.

Qual o custo de uma moedinha?

A moeda brasileira está ficando cara diante do dragão da inflação que começa a dar suas baforadas por aí.

O preço de custo para a Casa da Moeda produzir uma moeda de um centavo de Real é de nove centavos.

Se a moeda for maior custa mais: a de um Real demanda 26 centavos.

Cédulas sabem bem mais em conta.

Com os mesmos nove centavos gastos pra fazer apenas um, em moedinha, dá pra confeccionar uma nota de um Real.

Mais três vereadores infiéis perderam mandatos no MT

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso decretou, em sessão plenária ontem, a perda de mandato por infidelidade partidária de mais três vereadores, aumentando para 91 o total de parlamentares cassados no Estado.

Perderam os cargos os vereadores de Nova Marilândia, Gilmar Mathias Paniça (PR), de Novo Santo Antônio, Manoel Santana de Almeida (PP) e de Tapurah, Alcione José Biasi (PP).

Jaime Muraro entra com recurso contra ato que vetou registro

O ex-prefeito de Tangará da Serra, Jaime Muraro (DEM), recorreu ontem contra a decisão da juíza Tatiane Colombo, que um dia antes acatou pedido do Ministério Público Eleitoral e indeferiu o registro da sua candidatura diante da reprovação das contas do democrata referentes a 2002. Leia detalhes aqui

MT é responsável por 197,2% do desmatamento

De acordo com o sistema DETER – Detecção do Desmatamento em Tempo Real, 870 km2 da floresta foram mapeados como corte raso ou degradação progressiva durante o último mês de junho, período em que 28% do território estiveram coberto por nuvens.

Mesmo com o aumento da área observada em junho, pois 46% da Amazônia Legal não pôde ser vista pelos satélites no mês anterior, houve redução de 20% em relação ao verificado em maio, quando foram detectados 1.096 km2 desmatados.

No relatório que foi apresentado nesta terça-feira (29) pelo Inpe, o Mato Grosso ocupa a segunda posição na lista dos estados que mais desmataram na área da Amazônia Legal.

Veja a distribuição dos 870 km2 de desmatamento no mês de junho:

AC – 3,3%
AM – 78,4%
MA – 42,6%
MT – 197,2%
PA – 499%
RO – 47,2%
TO – 3%