7 de agosto de 2008

Deputado apresenta projeto contra o assédio moral e sexual

O deputado estadual Alexandre Cesar (PT-MT) apresentou em plenário o Projeto de Lei Complementar nº 26/08.

A intenção é coibir o assédio moral ou sexual nas repartições públicas, acrescentando o inciso XIX ao artigo 144 da Lei Complementar nº 4, de 15 de outubro de 1990. Iniciativas semelhantes a esta do parlamentar, têm sido aprovadas em Assembléias Legislativas de todo o país.

A vedação ao assédio moral já foi incluída nos arcabouços jurídicos de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

Alguns municípios também têm aprovado proposição semelhante nas Câmaras Municipais, como foi o caso de Americana (SP), Vitória (ES) e São Gabriel do Oeste (MS), entre outros.

11 candidatos no Vale do Araguaia são excluídos pela Justiça Eleitoral

O Juiz titular da 26ª Zona Eleitoral, com sede em Nova Xavantina, Bruno D’Oliveira Marques, concluiu o julgamento de todos os requerimentos de registros de candidaturas dos postulantes aos cargos proporcionais e majoritários que disputarão o pleito nos três municípios que compõe a jurisdição, e que foram protocolados no Cartório até o dia 7 de junho.

Além de Nova Xavantina, a 26ª ZE é composta pelos municípios de Campinápolis e Novo São Joaquim, totalizando 173 candidatos inscritos e 162 considerados aptos pelo magistrado para concorrerem às eleições deste ano.

De acordo com a Analista Judiciário, Luziene Xavier Spíndola, a 26ª ZE ainda contabiliza o total de cinco indeferimentos, sendo quatro contra registros de candidatos a vereador e um à prefeito, e seis renúncias.

Anunciada a nova operadora de celular

Centrada no baixo custo e na facilidade de acesso,Aeiou a quarta operadora de celular no Estado de São Paulo e vai lançar seus serviços a partir de 8 de setembro.

A operadoradora de telefonia móvel Unicel, pertence ao empresário brasileiro José Roberto Melo e à companhia saudita de investimentos HiTs que investiu 62 milhões de dólares no início deste ano.

A operadora não vai vender aparelhos, somente chips, e tudo poderá ser contratado pela Internet, com pouco ou nenhum contato pessoal.

O custo do minuto será de R$ 0,14 dentro da própria rede, de R$ 0,28 para telefone fixo e R$ 0,63 para celulares de outros operadores. Na média do mercado hoje, a tarifa do minuto do pré-pago é de R$ 1,29, e a do pós, de R$ 0,40.

No Brasil a média de utilização é de 80 minutos por mês e isso se deve aos altos preços. A média mundial de uso do celular é de 200 minutos. FHAZ NEW

Policiais expulsos em Mato Grosso

27 policiais foram expulsões neste ano das corporações de Mato Grosso. Imaginem o que eles fizeram para perder os uniformes? Prefiro não comentar.

Charge do Dia


Charge de Pater publicada hoje no jornal A Tribunal. Será que o eleitor agirá mesmo dessa maneira? Do jeito que a coisa anda, penso que os personagens da 'Lista Suja' é quem serão eleitos em cinco de outubro.

Enem será realizado dia 31 de agosto em MT

Em todo o país, cerca de um milhão e 400 mil estudantes, em 1.400 municípios, devem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no dia 31 de agosto deste ano. Em Mato Grosso, a expectativa é que seja superado o número de participantes em relação ao ano passado, que foram 50.635. No estado, as provas serão realizadas em 67 municípios.

Ministro do Meio Ambiente virá a MT no dia do 'Campo Limpo'

O ministro de Meio Ambiente, Carlos Minc, não participará amanhã do 2º Fórum de Governadores da Amazônia, que ocorre no Centro de Eventos Pantanal, em Cuiabá.

Minc agendou sua visita a Mato Grosso para o próximo dia 22 de agosto.

Nessa data será lançado o Dia ‘Campo Limpo’, em comemoração a classificação recorde como o maior estado recolhedor de embalagens de agrotóxico no país.

Prêmio Jovem Cientista está com inscrições abertas

O 23º Prêmio Jovem Cientista está com inscrições abertas até amanhã.

O prêmio é uma iniciativa conjunta do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Gerdau e da Fundação Roberto Marinho.

O tema é ucação para reduzir as desigualdades sociais e serão cinco as categorias premiadas: Graduado, Estudante de ensino superior, Estudante de ensino médio, Orientador e Mérito Institucional.

Haverá ainda uma Menção Honrosa para um pesquisador com título de doutor que tenha se destacado por algum trabalho cuja temática se refira ao tema do prêmio deste ano.

Ele será indicado pelas sociedades científicas selecionadas previamente pelo CNPq.

As inscrições podem ser feitas pela internet ou pelos Correios.

O regulamento do prêmio e a ficha de inscrição estão disponíveis em http://www.jovemcientista.cnpq.br/. Os interessados podem garantir sua participação até o dia 8 de agosto.

Pastor da Universal assume vaga na AL de Mato Grosso

Morador na cidade de Cáceres, Antônio Silverino de Brito, conhecido como Pastor Brito (PMDB), tomou posse na AL ontem, durante a sessão plenária ordinária.

Brito e o atual deputado J.Barreto (PR) assumiram as vagas dos parlamentares Juarez Costa e Zé Carlos do Pátio, ambos do PMDB, que na última terça-feira tiveram oficializadas suas licenças parlamentares.

Pastor Brito agradeceu os parlamentares e garantiu empenho e obras para desenvolvimento de Mato Grosso.

O primeiro-secretário José Riva (PP) destacou o esforço de Brito, juntamente com os familiares e amigos, para pleitear a vaga de deputado.

Três deputados de MT disputam vagas de vereadores

Outra situação no mínimo curiosa vivenciada na Assembléia Legislativa de Mato Grosso mostra que no mínimo três deputados, hoje ocupando vaga dos titulares, vão disputar nesta eleição o cargo de vereador.

São os casos de Vilma Moreira (PSB), Carlos Antonio Azambuja e Gilson de Oliveira, ambos do PP.

Gilson deixou a Assembléia nesta semana, após três meses na vaga de Campos Neto (PP). Ele também concorre a uma vaga na Câmara de Sinop, após ter renunciado ao mandato para alçar a cadeira de deputado.

Pela legislação, embora o parlamentar possa disputar o mandato no cargo, em qualquer instância do Legislativo, se eleito, para assumir a função tem que renunciar ao mandato.

Além de Gilson, Vilma e Azambuja renunciaram aos mandatos em Rondonópolis e Pontes e Lacerda, respectivamente.

No entanto, agora disputam um novo mandato a vereador.

Quem também renunciou ao mandato legislativo em Cáceres foi o deputado Wilson Kischi, hoje na vaga de Otaviano Pivetta.

Só que ele disputa o cargo de vice-prefeito no município, na chapa de oposição encabeçada pelo candidato do DEM, ex-prefeito Túlio Fontes.

Nilson Leitão volta ao comando do executivo de Sinop

O prefeito licenciado de Sinop, Nilson Leitão (PSDB), retorna ao cargo amanhã, após um mês de licença, na qual se dedicou quase na sua totalidade a tratamento médico.

Uma semana depois do afastamento, o prefeito sofreu infarto ainda no município e foi transferido para Cuiabá por orientação médica. Primeiramente, Leitão foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Santa Rosa, onde foi submetido a um cateterismo.

Ainda segundo a assessoria de imprensa, o prefeito está cumprindo ordens médicas e segue rigorosamente o tratamento à base de medicamentos.

Neste período, ficou à frente do Poder Executivo o vice-prefeito Aparecido Granja (DEM).

'Maria da Penha' completa 2 anos com 4,4 mil processos em MT

Hoje é um dia de comemoração para todas as mulheres brasileiras. Nesta data a Lei 11340/06, a chamada "Maria da Penha", completa 2 anos.

De lá para cá muita coisa mudou. Principalmente o pagamento de multas ou cestas básicas pelos agressores.

Agora, quem agride uma mulher, ainda que verbalmente ou patrimonialmente, pode pagar uma pena que varia de 3 a 6 anos.

Em Mato Grosso há uma média de 250 novos casos por mês.

E a juíza da 2ª Vara de Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, Gleide Bispo Santos, comemora o fato delas não terem mais medo de denunciar e estarem plenamente conscientes de seus direitos.

Decisão do STF alivia tensão de Jaime Muraro

Com alguns problemas na Jutisça Eleitoral de Mato Grosso, o ex-prefeito de Tangará da Serra Jaime Luiz Muraro (DEM), passou a respirar mais aliviado desde o julgamento realizado ontem à noite, pelo STF, autorizando candidatos com nomes na 'Lista Suja' disputarem as eleições desde ano.

Sem o que poderia ser um impedimento, o candidato segue na disputa pelo palácio Tangará com os outros candidatos, Júlio César Ladeia (PR) e Azenate Carvalho (PMDB).

Agora seja o que Deus quiser. Ou melhor: o que o eleitor quiser decidir para governar os destinos do Município nos quatro anos vindouros.