16 de setembro de 2008

'Quem vive de passado é museu'

O candidato a prefeito Júlio César Ladeia (PR) permanece usando o programa eleitoral para informar ao eleitorado o que conseguiu realizar no seu mandato, até aqui.

Penso que está na hora do candidato tocar outra música. As muitas repetições dos mesmos assuntos estão se tornando enjoativos até mesmo para seus mais íntimos amigos.

Ouço em meu ambiente de trabalho e nas ruas, uma só fala da população: quer que o candidato informe o que fará caso seja eleito em cinco de outubro.

A comunidade que saber o que será feito e não o que já aconteceu. O passado, já passou. A vida anda para frente.

E assim, como os eleitores também quero saber como estará Tangará da Serra ao final da próxima gestão.

Teremos uma saúde melhor? E a Educação? A Cultura? O saneamento? Teremos mais ruas asfaltadas? Quantas casas serão construídas? Quantas creches deverão ser construídas? E a agricultura vai merecer atenção especial? Teremos mais médicos, enfermeiros, professores contratados? Teremos mais um concurso público? E a política para atração de novas empresas para o Município, como será? E a questão do primeiro emprego para nossa juventude? Etc.

TVCA entrevista candidatos a prefeito de Tangará

A TV Centro América (afiliada da Rede Globo) de Tangará da Serra iniciou nesta segunda-feira (15) a primeira rodada de entrevistas com os três candidatos a prefeitos do Município.

Na estréia, a TVCA entrevistou o prefeito e candidato à reeleição Júlio César Ladeia (PR).

No decorrer de 12 minutos, divididos em dois blocos de seis, a apresentadora ouviu do candidato suas propostas para governar Tangará, caso seja reeleito.

Nesta terça-feira, foi à vez da candidata Azenate Fernandes de Carvalho (PMDB).

Jaime Luiz Muraro (DEM) será o entrevistado desta quarta-feira e assim estará encerrada a rodada.

Ouvindo as propostas de Júlio César (ontem) e Azenate Fernandes (hoje) percebi certa semelhança em algumas propostas.

Sendo a mais explicita a que trata da saúde pública do Município para o próximo mandato.

O candidato do PR e a do PMDB disseram que investirão em reforma da Unidade Mista de Saúde, para transformá-la num hospital municipal com referência regional.

Musicas da campanha agridem os ouvidos da população

A qualidade das músicas e jingles políticos nesta campanha eleitoral de Tangará da Serra, é sofrível. A proliferação de carros de som dos candidatos a vereador elevou o festival de esquisitices. São plágios medonhos de forrós, axés e até raps. Santa falta de criatividade!

A política é um fato local

Charles Chaplin, do alto de sua sabedoria, já sentenciara: “A vida é um fato local”.

Em se tratando de política, a visão de Chaplin é ainda mais consistente.

As campanhas municipais no Mato Grosso seguem essa receita, mesmo que alguns tentem fazer diferente. Não adianta nacionalizar sua temática.

O esforço é infrutífero.

Interessa mais o lengalenga na casa do vizinho do que o grampo no gabinete do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Câmbio flutuante, crise energética, balança comercial e a roubalheira em Brasília ficam em segundo plano. A vida é latente dentro de casa, na rua, no bairro.

Lixo, transporte coletivo, saúde, educação e nossa roubalheira doméstica interessam muito mais. A vida é um fato local.

Um Brasil meio gay

Um ministro chamado Mantega dizer que “o Brasil já estaria de quatro em outra situação, estaria de joelhos, estaria recuando em todos os indicadores” é, no mínimo, sui gêneris. Já andam achando que o Guido Insinuou que o Brasil era meio gay na época do Pedro Malan.

Preso segundo delegado na hierarquia da PF

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, 16, o delegado Romero Menezes, que é o diretor-executivo da Polícia Federal, o segundo na hierarquia do órgão. A prisão é desmembramento da Operação Toque de Midas, realizada em julho passado, para combater fraudes em licitações, na concessão da Estrada de Ferro do Amapá. Com informações do Estado de S. Paulo.

Começa a fedentina

A 19 dias das eleições, a temperatura política sobe bruscamente em Tangará da Serra.

Os ânimos estão passando para o descontrole.

Isso tem levado os candidatos a perderem completamente à pose de bons mocinhos.

Ainda não podemos dizer que a fossa estourou, mas as fezes começam a respingar pelos orifícios.

Os programas eleitorais estão causando náuseas. Além de mal produzidos, estão sendo usados como espaço de acusação, mentiras e fuxicos. Ao invés de propostas descentes.

É bom tirar as crianças da sala e desligar a teve na hora das refeições. A fedentina começa a tomar conta de nossa querida Tangará da Serra.

Vixe Maria!

Reciclagem política

Estudante da primeira série do ensino médio, Luiz Carlos Guimarães compartilha o seguinte texto de sua autoria para o blog:

Reciclagem: (segundo o Aurélio) tratamento de resíduos ou de material usado, de forma a possibilitar a sua reutilização.

"Na nossa vida cotidiana, temos o habito de reutilizar muitas coisas. A dona de casa reaproveitando embalagens de produtos, alimentos do dia anterior, acrescentando algo a mais para que fique mais saboroso e com uma nova aparência e, porque não dizer de milhões de pessoas tirando sua subsistência do lixo como: papelão, plásticos, alumínio cobre etc.

Mais a tônica da questão não é essa reciclagem, e sim, a política! Será que compensa reaproveitarmos esse tipo de “sucata”? Pessoas as quais demos nosso voto deleitaram-se por quatro anos e produziram míseros frutos.

Na questão política temos que fazer igual com a bananeira, se produziu ou não, corta-se e lança-se fora. Nada mais sensato que fazer rotação de cultura, uma vez que esta provado que manter sempre a mesmo cultivo ocorre a proliferação de parasitas, dificultando o seu controle. Fora com essa, reciclagem política!"

Charge do Dia


Charge de Paixão do jornal Gazeta do Povo (PR)

Para ONU, polícia brasileira mata exageradamente

Documento produzido pela Organização da Nações Unidas (ONU) aponta a polícia como a maior responsável pelos mais de 48 mil homicídios que se cometem a cada ano no Brasil. O relator especial da ONU sobre execuções extrajudiciais, Philip Alston, afirma que as mortes deste tipo “estão desenfreadas” em determinadas regiões do país. Ele esteve no Brasil de 4 a 14 de novembro de 2007, quando visitou os estados de São Paulo, Pernambuco, do Rio de Janeiro e o Distrito Federal. Leia mais aqui

Qualidade do ensino é aprovada por 70% dos brasileiros, diz Ibope

Levantamento do Ibope Pesquisa divulgado hoje mostra que 70% dos brasileiros estão satisfeitos com a qualidade do ensino no País. Os dados foram apresentados em São Paulo durante o lançamento do projeto Educar para Crescer, com a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad, do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e representantes do setor educacional. Para a ex-secretária de Cultura do Estado de São Paulo e encarregada de apresentar a pesquisa, Claudia Costin, essa satisfação é fruto do desconhecimento da população em relação aos principais problemas da educação. Leia mais aqui