30 de setembro de 2008

Justiça nega registro de candidatura de Olga Muraro

A Justiça Eleitoral deu aparecer contrário, agora à noite, ao registro de candidatura da candidata do DEM à prefeitura de Tangará da Serra, Olga Muraro. Sua exclusão do processo ocorre pelo fato de ter ingressado tarde demais com o pedido de registro.

A decisão foi proferida pelo juiz titular da 19º zona eleitoral de Tangará da Serra, Jamilson Haddad Campos, minutos antes das 18h.

Olga não conseguiu registro por conta de um pedido de impugnação protocolado na semana passada pela coligação "Acredito e Digo Sim pra Tangará" da candidata à prefeita Azenate Carvalho (PMDB).

O candidato à vice da coligação “Tangará com mais saúde” Saturnino Masson (PSDB) estuda agora uma possibilidade de ainda emplacar seu nome como candidato principal. Mais informações na manhã desta quarta-feira. Confira íntegra da decisão do Juiz eleitoral Jamilson Haddad AQUI

Intelectuais tangaraenses com dificuldades para votar

Percebo certa angústia na face de grande parte de meus colegas professores. Quando falo com eles, me respondem que seria pela aproximação de cinco de outubro.

Mas o que isso tem a ver com a suposta angústia? Tudo.

Mais de 50% dos profissionais de Educação da rede estadual, ainda não saberiam em quem votar. Avaliação do blog.

Nunca vi tanta indecisão numa classe que pelo certo teria mais facilidade para escolher. Optar. Votar. Eleger.

Vejo pessoas cheias de dúvidas. Indecisas. Angustiadas. Cinco de outubro está chegando e esses colegas permanecem sem opção.

Uma coordenadora pedagógica disse informalmente ao blogueiro que os partidos políticos não poderiam ter lançado apenas os três candidatos nessas eleições.

“Para o pleito de 2012, Tangará precisará de mais pessoas na campanha, para a gente ter mais opções de escolhas” opinou a coordenadora.

NOTA DO BLOG: a permanecer da forma com informo nesta data, teremos o maior número de votos em branco ou nulos de intelectuais da história de Tangará da Serra.

TV usada para denegrir imagem de adversário

O deputado Dilceu Dal Bosco (DEM) colocou a TV Band de Sinop (MT), emissora de sua propriedade, a serviço da campanha eleitoral do candidato Paulo Fiúza (PV).

A denúncia foi feita nesta terça-feira (30.09) pela coligação Todos Por Sinop, do candidato Juarez Costa (PMDB).

A denúncia se baseia no fato de a TV Band estar, desde ontem (29.09), noticiando em flashs, a título de “plantão de notícias”, uma operação de busca e apreensão de documentos num posto de gasolina.

A TV insinua, em todas as inserções, que o fato vai resultar na cassação do registro da candidatura de Juarez Costa, que lidera todas as pesquisas já publicadas no município, com mais de 60% das intenções de voto, sendo mais de 35 pontos percentuais de vantagem sobre Paulo Fiúza. Com informações do Documento.

NOTA DO BLOG: Nenhuma televisão instalada em solo tangaraense tem se portado com tal gesto. Assim, ponto positivo para as editorias. E que continue com esse comportamento até o final do período eleitoral.

TCE reprova contas de duas gestões de Peixoto de Azevedo

O Tribunal de Contas de Mato Grosso acatou o voto do relator das contas anuais da Prefeitura Municipal de Peixoto de Azevedo, conselheiro Ary Leite de Campos, pela reprovação do balanço geral de 2007.

No ano passado, o Município de Peixoto foi administrado por Cleuseli Missassi Heller – período de 1º de janeiro a 22 de maio e Hermenegildo Bianchi Filho, de 23 de maio a 31 de dezembro. O parecer contrário do TCE é extensivo aos dois períodos de gestão.

O relatório da auditoria do Tribunal apontou 51 irregularidades nas contas da Prefeitura, abrangendo as duas gestões no exercício de 2007.

Após analisar a defesa o relator acatou diversas justificativas, mas ao final foram mantidas oito irregularidades nas contas de Cleuseli Missassi e 17 no período de Hermenegildo Bianchi.

O representante do Ministério Público junto ao TCE, procurador Mauro Delfino César também opinou pela reprovação das contas.

Charge do Dia

Charge de J. Bosco publicada hoje no O Liberal. A hora é crucial...

"Minha pesquisa é a melhor", cada um pensa como quer

A briga de duas coligações políticas de Tangará da Serra é para mostrar ao eleitor duas pesquisas de intenção realizadas recentemente.

O grupo de Júlio César Ladeia (PR) exibe no horário da propaganda eleitoral uma pesquisa feita pelo Gazeta Dados. Nela, o republicano aparece em vantagem.

Já a coligação da candidata Azenate Carvalho (PMDB) mostra outra, publicada dia 25, pelo Instituto Folha do Estado. Nesta, a candidata aparece empatada com Ladeia.

Evidente que se os eleitores fossem se basear nas duas pesquisas estariam completamente perdidos. Ou achados. Quem sabe?

Continuo pensando que ninguém deve votar influenciado por pesquisa eleitoral nenhuma. Bom mesmo, é votar baseado na certeza e convicção que o eleito ou eleita trabalhará em favor da comunidade. Roubando menos, claro.

PT e PSDB são aliados em mais de 1.000 municípios

O PT marcha de mãos dadas com ao menos um dos três partidos de oposição ao governo Lula (PSDB, DEM e PPS) em 41,2% dos municípios do Brasil - 2.292 das 5.563 cidades, informa nesta terça (30) reportagem de Fernanda Odilla e Alan Gripp, publicada pela Folha.

Segundo a reportagem, o número é 13,9% maior do que em 2004, uma prova de que o tensionamento da política federal vem sendo deixado de lado em nome de questões locais.

Ainda acho que PSDB, DEM e PPS têm muito estomâgo para se unir ao PT.

Candidata a prefeita é flagrada pagando gasolina para eleitores

Vários eleitores foram detidos no município de Poxoréu (MT) neste domingo (28) suspeitos de estarem abastecendo seus veículos com requisições entregues pelo comitê financeiro da candidata à prefeita Jane Maria Sanchez Lopes, do Partido Progressista.

Os condutores dos veículos foram encaminhados à delegacia municipal para prestar esclarecimentos, mas apenas dois permaneceram detidos.

Após o recebimento da denúncia, a chefe de Cartório da 5ª Zona Eleitoral, Bianca Giordani Carlot Morais, e policiais militares foram até o posto de combustível e constataram uma grande fila de veículos, entre carros e motos, aguardando o abastecimento.

Segundo relatou a chefe de Cartório, após serem questionados vários condutores confirmaram a denúncia, ou seja, de que estavam abastecendo os veículos por meio das requisições entregues no comitê da candidata a prefeita.

Diante da constatação da denúncia foi instaurado procedimento para apurar a suposta prática de crime eleitoral.

NOTA DO BLOG: Ainda bem que essa prática não existe (?) em Tangará da Serra. Ou existe e este escrevinhador não tem conhecimento?

Lista dos 49 maiores desmatadores da Amazônia em MT

Mato Grosso tem 49 nomes na lista dos 100 maiores desmatadores da Amazônia Legal. Desse número, 8 são assentamentos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) sendo que 6 desses concentram os maiores desmates da área amazônica. Os nomes foram divulgados ontem pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Todos eles, afirmas Minc, são responsáveis pela devastação de uma área média de 1,6 mil hectares. Juntos, desmataram o equivalente a cerca de 160 mil campos de futebol.


Município Infrator Valor Auto Área desmatada

Feliz Natal - Delci Potrich - 3.101.957,50 - 2.067,970

Ribeirão Cascalheira - Sérgio Vilela - 197.000,00 - 1.970,000

Tabaporã - Incra - 50.000.000,00 - 49.698,160

Querência - Incra - 33.952.500,00 - 22.635,000

Vila Rica - João Almeida - 4.023.000,00 - 4.023,000

Nova Bandeirantes - Incra - 4.548.000,00 - 3.032,050

Tapurah - Incra - 846.000,00 - 2.820,000

Vila Rica - Gilberto Lucena - 4.115.415,00 - 2.743,610

Santa Terezinha - Monte Cristo Agro - 3.592.500,00 - 2.395,000

Colniza - Hermes Bergamin - 3.291.705,00 - 2.194,470

Vila Rica - Cotril Agropecuária - 2.783.445,00 - 1.855,630

Cuiabá - Incra - 50.000.000,00 - 48.191,550

Cotriguaçu - Incra - 50.000.000,00 - 46.865,169

Bom Jesus do Araguaia - Incra - 50.000.000,00 - 38.469,130
Nova Ubitaratã - Incra - 26.246.300,00 - 17.497,590

Nova Ubitatã - Rosana Xavier - 47.020.000,00 - 9.404,000

São José do Xingu - José Rodrigues - 13.744.500,00 - 9.162,160

Feliz Natal - João Vicentinin - 6.486.000,00 - 4.324,040

Peixoto de Azevedo - Agro Jarina SA - 6.484.500,00 - 4.323,870

São José do Xingu - Oliveira Vieira - 17.600.000,00 - 3.519,694

Canabrava do Norte - Valdete Souza - 5.244.600,00 - 3.496,400

Apiacás - Jair Simonato - 5.157.000,00 - 3.438,000

Vila Rica - Jair A. Ferreira - 5.010.000,00 - 3.340,000

Vila Bela - Rosana Xavier - 970.800,00 - 3.236,000

Canabrava do Norte - José Aguiar - 4.021.500,00 - 2.680,350

Feliz Natal - Nei Francio - 3.787.770,00 - 2.525,180
Alta Floresta - André M. Bulle - 3.697.674,00 - 2.465,116

Feliz Natal - Ivo Vicentini - 3.510.105,00 - 2.340,070

Querência - Edson Trebeschi - 3.387.000,00 - 2.258,000

Feliz Natal - João Vicentini - 3.322.500,00 - 2.215,840
Juína - José F. Silva - 3.330.000,00 - 2.119,119

Apiacás - Manoel M. Simas - 3.176.583,00 - 2.117,722

Juína - Agro Verdam - 626.100,00 - 2.087,200

Feliz Natal - Flávio Turquino - 2.862.000,00 - 1.907,700

Querência - Agro Cinco-Te - 2.779.500,00 - 1.853,000

Juína - Geraldo Queiro - 547.650,00 - 1.825,500

São José do Xingu - José Castro Aguiar - 8.506.500,00 - 5.671,000

Alto Boa Vista - Claudemir Guaresch - 20.080.000,00 - 4.016,000

São José do Xingu - José Castro Aguiar Filho - 5.719.489,50 - 3.812,993

Marcelândia - Ricardo Oliveira Fº - 14.109.150,00 - 2.821,830

Matupá - João B.Andrade - 4.014.271,50 - 2.676,181

Cláudia - Lenoir Felipe Bachisnki - 800.732,64 - 2.669,108

São Féliz Araguaia - Mariozan D. Dos Santos - 3.603.000,00 - 2.402,000

Marcelândia - Josemar Petroski - 3.277.920,00 - 2.185,280

Nova Maringá - Ide Gonsalves Guimarães - 2.165.200,00 - 2.165,200

Matupá - Lourival Pereira de Souza - 2.826.000,00 - 1.884,000

Brasnorte - Berneck e Cia - 2.775.000,00 - 1.850,000

Quererência - Valdir Antônio Grando - 2.710.500,00 - 1.807,000

Bancários paralisam atividades em todo o país

Nesta terça-feira (30), os bancários de todo o país paralisam as atividades. No Distrito Federal, a categoria já decidiu pela greve, mas deve ser realizada nova assembléia no Setor Bancário Sul, no final da tarde.

Os sindicatos estaduais devem decidir ainda hoje se paralisam ou não as atividades. Desde a última quarta-feira (24), o sindicato dos Bancários está em negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) em busca de um acordo salarial.

A Febraban ofereceu reajuste de 7,5% sobre os salários e todas as verbas salariais. O Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta no momento em que foi apresentada, por considerá-la muito abaixo das expectativas da categoria.

As reivindicações dos bancários são aumento real de 5%; elevação do valor da PLR e simplificar os critérios de distribuição - três salários mais R$ 3.500 para todos, sem limitador e sem teto; valorização dos pisos salariais; cesta-alimentação no mesmo valor do salário mínimo (R$ 415) e contratação da remuneração total; plano de Cargos e Salários para todos os bancários e 1% para cada ano trabalhado. (Com informações da Agência Brasil)