7 de outubro de 2008

TCE reprova contas da prefeitura de Juara

Por três votos a dois, o Tribunal de Contas de Mato Grosso deliberou pela irregularidade das contas do exercício de 2007 da Prefeitura de Juara.

A análise dos atos de gestão do prefeito Oscar Martins Bezerra ocorreu na sessão ordinária desta terça-feira, 07/10.

Diferente do posicionamento do relator José Carlos Novelli e do parecer do Ministério Público, o conselheiro Alencar Soares votou contrário à aprovação das contas alegando como injustificáveis e sem amparo legal as dispensas ou inexigibilidades de licitações no valor de R$ 140,5 mil, assim como o gasto excessivo com combustíveis em mais de R$ 1,3 milhão.

Crime brutal assusta moradores de Tangará da Serra

Um crime brutal deixou a cidade de Tangará da Serra assustada nesta terça-feira (07). A polícia investiga a morte de uma garota de 11 anos. Ela pode ter sido estuprada e estrangulada ao sair da escola. Veja vídeo AQUI

Charge do dia


Tacho, hoje no jornal NH (RS)

STF devolve cargo a promotor acusado de assassinato

O ministro Carlos Alberto Menezes Direito, do STF (Supremo Tribunal Federal), concedeu liminar que reconduz Thales Ferri Schoedl ao cargo de promotor de Justiça.

Acusado de matar um rapaz e ferir outro na saída de um luau em Bertioga, litoral de São Paulo, Schoedl havia sido exonerado do Ministério Público pelo Conselho Nacional do Ministério Público (Conamp), que decretou o não vitaliciamento de seu cargo.

A liminar é uma decisão provisória.

O caso será enviado à Procuradoria Geral da República, e depois será votado no plenário do STF, ou seja, por todos os outros ministros do Supremo.

Serys parabeniza prefeitos petistas eleitos

Em discurso em plenário no Senado Federal nesta terça-feira (7), a Senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) ressaltou as eleições em Mato Grosso, agradecendo aos eleitores pelo ato cívico e democrático de ir às urnas.

Além disso homenageou os prefeitos e prefeitas, vereadores e vereadoras do PT que foram eleitos no Estado. “Nós do Partido dos Trabalhadores só podemos nos mostrar contentes e satisfeitos com o resultado que nosso partido está colhendo nestas eleições municipais. O balanço geral é que o PT sai fortalecido desta eleição.

O PT, com campanhas modestas, ampliou em 160% o número de prefeituras que comandava no Estado, passando de sete para 18 prefeituras,” ressaltou.

Serys agradeceu a cada prefeito eleito nos municípios de Jangada, Ribeirão Cascalheira, São José dos Quatro Marcos, Alto Araguaia, Cocalinho, Comodoro, Conquista D’Oeste, General Carneiro, Juína, Mirassol D’Oeste, Nova Brasilância, Nova Guarita, Nova Olímpia, Nova Ubiratã, Novo Mundo, Rio Branco, Tabaporã e em Vila Bela da Santíssima Trindade.

Dois deputados viram prefeitos no MT

Dois deputados da Assembléia Legislativa de Mato Grosso se elegeram prefeitos neste domingo. José Carlos do Pátio venceu as eleições em Rondonópolis (MT) e Juarez Costa em Sinop (MT).

Os dois parlamentares, que estavam licenciados para participar das eleições, terão seus lugares na Assembléia assumidos por Hermínio J. Barreto (PR) e pastor Antônio Brito (PMDB).

Em Rondonópolis, terceiro maior colégio eleitoral do estado, Pátio obteve 51.775 votos representando 52,7% dos votos válidos. Em Sinop, Juarez Costa, com 68,15% dos votos válidos, obteve uma votação de 34.069.

Nenhum dos dois parlamentares definiu a data que apresentarão o pedido de renúncia de mandato.

Para internautas Azenate teria se saído melhor no debate

101 internautas votaram nos dias quatro e cinco deste mês em nossa última enquete.

Nesses dois dias antecedentes às eleições, eles opinaram sobre “Qual dos candidatos (a) se saiu melhor no debate realizado pela Tevê Centro América em Tangará?"

Para a maioria – 32%, a candidata à prefeita Azenate Carvalho (PMDB) teria se saído melhor.

Com 29%, ficou o candidato à reeleição Júlio César Ladeia (PR). E ocupando a terceira colocação, ficou Dona Olga Muraro com 25%,

Do total de participantes da enquete, 12% opinaram que nenhum dos candidatos se saiu bem conforme o esperado pelos telespectadores.

Confira os dados:

Azenate Carvalho (PMDB)
37 (32%)

Júlio César Ladeia (PR)
33 (29%)

Olga Muraro (DEM)
29 (25%)

Todos
0 (0%)

Nenhum
14 (12%)

Justiça emplaca nova mentalidade política em Tangará

De uma grandeza extraordinária o trabalho desempenhado durante as últimas eleições pelo Juiz eleitoral Jamilson Haddad Campos e o promotor Ari Madeira.

Tangará da Serra registra novos tempos e uma nova mentalidade política depois do trabalho realizado por esses dois representantes da Justiça.

Que o bom Deus continue guiando o juiz Jamilson e o promotor Madeira.

45 políticos "fichados" são eleitos ou disputam 2º turno

Quarenta e cinco políticos "fichados" pela AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) foram eleitos ou disputam o segundo turno no próximo dia 26 no país.

O número corresponde a mais de um terço dos listados pela entidade (126) antes das eleições.

Os 33 eleitos, incluindo dois vice-prefeitos, e os 12 que ainda disputam as prefeituras nos municípios com mais de 200 mil eleitores respondem a ações penais ou de improbidade administrativa.

A chamada "lista suja" foi divulgada pela AMB com todos os candidatos processados nas 163 cidades com mais de 100 mil eleitores. Leia mais AQUI

Votos para candidato sem registro podem ser considerados nulos

Os votos recebidos por candidatos inelegíveis ou sem registro de candidatura, ainda que o recurso esteja pendente de julgamento pela Justiça Eleitoral, podem ser considerados nulos.

Isso é o que determina a Resolução 22.712, que dispõe sobre os atos preparatórios, a recepção de votos, as garantias eleitorais, a totalização dos resultados e a justificativa eleitoral.

"Serão nulos para todos os efeitos os votos dados a candidatos inelegíveis ou não registrados, assim considerados aqueles que, no dia votação, não possuírem registro, ainda que haja recurso pendente de julgamento, hipótese em que a validade do voto ficará condicionada à obtenção do registro”, diz o artigo 150 da resolução.

Tangaraenses elegem primeiro índio como legislador

Um membro da Comunidade Paresi é o primeiro índio eleito como legislador da história política em Tangará da Serra (MT).

Genilson Paresi, filiado ao Partido da República (PR), recebeu dia cinco de outubro, 739 votos. Conquistanto o sétimo lugar no ranking dos 10 candidatos mais votados no Município.

Do Partido do prefeito eleito Júlio César Ladeia, Genilson se elegeu com a perspectiva de canalisar consideráveis melhorias para sua comunidade indígena a partir do ano que entra.

PT cresce mais de 150% em Mato Grosso

O PT ultrapassou a meta de dobrar o número de prefeituras comandadas pelo partido em Mato Grosso. Em 2004, o PT elegeu sete prefeitos e nestas eleições foram eleitos 18 prefeitos petistas. Um crescimento de 157,14% nas eleições majoritárias. A meta de eleger 14 prefeitos em 2008 foi estipulada pelo presidente do PT, deputado federal Carlos Abicalil, no final de 2007.

MT terá apenas 8 mulheres em chefias de executivo a partir de 2009

Mato Grosso vai ter a partir de 2009, apenas oito prefeitas entre os 141 municípios, sendo que apenas uma, Maria Izaura (PDT) de Alta Floresta, foi reeleita e Nelci Capitani (DEM) retorna depois de ficar um mandato de fora de Colniza.

Foram eleitas mulheres em Campos de Júlio, Claídes Masutti (PMDB); em Lambarí D"Oeste, Maria Manéa, do Partido Progressista, que elegeu ainda a nova prefeita de Nova Monte Verde, extremo Norte do Estado, Bia (PP).

Em Nova Nazaré o PPS elegeu Railda e em Ponte Branca o PSB conseguiu eleger Jaqueline, que acabou concorrendo sozinha porque o segundo candidato teve seu registro indeferido pela Justiça Eleitoral. Em Porto dos Gaúchos foi eleita a democrata Carmem.

Eleições com quase 400 prisões em Mato Grosso; 68 em Tangará

As eleições municipais em Mato Grosso foram marcadas por 378 prisões, sendo 180 pela prática da boca-de-urna, 38 por panfletagem, 33 por transporte ilegal de eleitores e 18 relacionadas a compras de votos.

Entre as pessoas detidas (e liberadas posteriormente) estão quatro candidatos a prefeitos e 35 candidatos a vagas nas câmaras municipais.

A Polícia Judiciária Civil (PJC), lavrou 70 flagrantes, 300 Termos Circunstanciados, além de cinco procedimentos de atos infracionais, decorrentes do envolvimento de menores nos crimes eleitorais.

A região onde mais aconteceram ocorrências foi a de Sinop, onde ocorreram 79 prisões, seguida de Tangará da Serra (MT), com 68 detenções.

Segundo o comando da Polícia Militar, as eleições foram consideradas tranqüilas já que apenas 0,02% do total de 1,9 milhão de eleitores acabaram se envolvendo em crimes eleitorais, disse o coronel PM Antônio Benedito Campos Filho.

TSE: Eleições custaram 462 milhões

O preço final das eleições municipais desse ano ficou em cerca de R$ 462 milhões, R$ 112 milhões a mais do que a disputa de 2004. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Carlos Ayres Britto, afirmou que o aumento dos gastos foi conseqüência do reforço de segurança no Rio de Janeiro, que custou R$ 31 milhões, e do maior número de urnas eletrônicas, que passaram de 389 mil em 2004 para 462 mil. As informações são da Folha de S. Paulo