27 de outubro de 2008

Mendes atribui derrota a "erro de comunicação" e insinua disputa em 2010

O empresário Mauro Mendes (PR) atribuiu há pouco a derrota dele na disputa do segundo turno para prefeito de Cuiabá a dois fatores: erros na comunicação com o eleitor e também a falta de possuir um tempo maior trajetória política. "Não conseguimos nos comunicar de uma maneira eficiente e, se conseguimos, os eleitores não entenderam a nossa mensagem", disse, em entrevista coletiva.

Apesar de reconhecer o erro na estratégia de comunicação, o empresário republicano não quis vincular a derrota com o fato de ter trocado o publicitário Júlio Valmórbida pelo marketeiro paulista Chico Santa Rita logo após o primeiro turno.

Sobre a falta de trajetória política, já que Mauro Mendes disputou a primeira eleição, ele considerou os "90 dias de campanha como suficiente, mas não necessários para a população absorver o nosso ideal".

Com 114.175 votos no segundo turno, o equivalente a cerca de 40% dos votos válidos, o empresário garantiu que vai "cobrar e contribuir" com a nova administração do prefeito reeleito Wilson Santos (PSDB).

"Desejo ao Wilson toda sorte e vou torcer para que os próximos quatro anos sejam de uma boa administração com resultados melhores", completou, ao anunciar que ainda hoje, às 17h00, reassumirá a presidência da Fiemt (Federação das Indústrias de Mato Grosso). O Documento.

Comissão analisa projeto sobre piso salarial de professores

Está prevista para esta quarta-feira (29), na Comissão de Finanças e Tributação, a apreciação do Projeto de Lei 3776/08, do Poder Executivo, que prevê a atualização anual do piso salarial nacional dos professores da rede pública de ensino básico pela variação acumulada do INPC nos 12 meses anteriores ao reajuste.

De acordo com a proposta, já aprovada pelas comissões de Educação e Cultura; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, o reajuste ocorrerá sempre em janeiro.

O piso aprovado no ano passado é de R$ 950 e deverá ser adotado gradativamente até janeiro de 2010, já com o valor reajustado pelo INPC.

O relator na Comissão de Finanças, deputado Silvio Costa (PMN-PE), em seu parecer, considerou que a matéria não implica aumento ou diminuição de receita ou despesa públicas.

Por estar em regime de urgência, o projeto tramita simultaneamente no plenário e nas comissões técnicas. (Com informações da Agência Câmara)

Presidente do PSDB diz que campanha para 2010 já começou

Nesta segunda-feira (27), menos de 24 horas após o resultado das eleições municipais, o presidente do maior partido de oposição, senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), anunciou a largada para a disputa presidencial de 2010.

"É evidente que as nossas campanhas municipais tiveram o objetivo mais amplo de construir a vitória em 2010", disse o dirigente tucano a jornalistas.

Guerra acrescentou que a política dos próximos dois anos irá girar em torno do apoio do PMDB, que será disputado pelo governo e pela oposição.

O PSDB tem duas potenciais candidaturas para 2010, a do governador de São Paulo, José Serra, e a do governador de Minas Gerais, Aécio Neves.

Os dois elegeram seus indicados às prefeituras das capitais de seus Estados, com políticas distintas. Serra apostou na tradicional aliança com o DEM, enquanto Aécio se uniu ao PT apostando em uma convergência para o Brasil pós-Lula.

Sérgio Guerra não falou da disputa entre os dois candidatos, e preferiu comentar sobre a possível candidata do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a sua sucessão, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

"Não a subestimo, mas acho que ela não tem característica de líder popular", afirmou.(Com informações do jornal Estado de São Paulo)

NOTA DO BLOG: Disse em meu programa de rádio desta segunda (27), que a reeleição do prefeito Wilson Santos em Cuiabá, fortaleceu o PSDB de Mato Grosso. Ou seja: os tucanos agora estão força para peitar Blairo Maggi.

Charge do Dia

Autor: Milton César (Mídia Max).

Operação flagra desmatamento e madeira irregular em MT


Operação realizada na última semana pelo Ibama em conjunto com a Polícia Federal e com apoio logístico do Exército fiscalizou a região de Colniza (MT), uma das que apresentam mais desmatamento em Mato Grosso.

Parte dos fiscais avançou por terra, vistoriando áreas de queimada e desmatamentos indicados pelos satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e fiscalizando serrarias.

Paralelamente, um helicóptero do Ibama fez incursões até áreas mais distantes, em uma região onde o Inpe apontou mais de 700 áreas desmatadas desde 2004.

O valor das multas aplicadas durante a ação passou de R$ 5,2 milhões, segundo o Ibama. TVCA

População aguarda duplicação da 'Lions Internacional'

A estória da Avenida Lions Internacional ganha mensalmente um novo capítulo. Mas as verdadeiras cenas só são exibidas em períodos pré-eleitorais. Já ouvi tantas mentiras e enrolações sobre o futuro desta importante artéria tangaraense, que qualquer coisa publicada sobre o assunto me leva aos "risos".
Agora, estão preparando novos capítulos sobre essa conhecida novela. Será fácil entender que se a duplicação vier a ser iniciada um dia, terá como objetivo a eleição do governador Blairo Maggi (PR) ao Senado da República em 2010. De quebra, tentando reeleger vários apadrinhados e puxa-sacos dele para a AL e Câmara Federal. Veremos, pois.

Final da 'Ismael do Nascimento' recebe asfalto prometido

Conhecida como "corredor da morte" pelos muitos crimes nela registrados, a Rua UM, ou Ismael José do Nascimento em Tangará da Serra, recebe o asfalto prometido pelos políticos locais em parceria com o governo federal.
Os periféricos bairros Jardim Monte Líbano e Jardim Vitória ganham nova cara com o serviço de pavimentação asfalta. E melhor qualidade de vida, uma vez que a infernal poeira desaparece a partir de agora.

54% satisfeitos com a reeleição de Ladeia

Resultado de enquete realizada por este blog, aponta que, para 54% dos nossos webleitores a reeleição do prefeito de Tangará da Serra, Júlio César Ladeia (PR), os deixou satisfeitos.

A mesma enquete detectou também que 46% ficaram revoltados. Uma situação para ser administrada pelo novo governo municipal.

ENQUETE: O resultado das eleições em Tangará da Serra te deixou:

Satisfeito – 54%
Revoltado – 46%