17 de novembro de 2008

Tangaraenses deverão ganhar em breve mais dois veículos de comunicação

Estou ouvindo que mais dois veículos de comunicação estão, sem alardes, sendo instalados em Tangará da Serra. Trata-se de um canal de televisão - afiliado de uma grande rede nacional e uma emissora em FM. Comunitária, claro.

Como se não bastasse, nasce também uma arrojada agência de notícias. Equipada para enviar notícias com aúdio, imagens e fotografias do dia-a-dia da cidade e região para todo o Brasil.

Com isso, nossa cidade estará para sempre aos olhos do mundo. Que coisa boa! Notícias, informações, debates, imprensa inovadora e social, e muito mais.

É claro que aguardo com muita simpatia todo esse crescimento da mídia em nosso Município. Crescimento e democratização, claro.

Apresentador não poupa cassetadas

O apresentador do programa Balanço Geral - TV Vale/Record Tangará da Serra vem alisando diariamente o lombo do chefe do executivo estadual, governador Blairo Maggi (PR), com um porrete de jucá.

Coberto de razão, Sílvio Demondes, não tem poupado nem mesmo os apadrinhados políticos do governador que habitam no Município.

"Puxa-saco e baba ovo" são os termos mais leves usados pelo apresentador para alcunhar os amigos do chefe.

O incrível é que ninguém se manifesta. Êta povo liso, esse... Cruz credo!

Charge do Dia

Autor: Luscar

Rádios comunitárias caem no gosto dos tangaraenses

A responsabilidade pela boa alteração na cultura radiofônica local, tem nomes: Mano Resk e Sebastião de Oliveira (Tatão).

Mesmo enfrentando forte resistência política e econômica, instalaram no Município duas rádios comunitárias FMs.

Serra FM – 104,9 e Nova Horizonte FM - 98,9 abriram novas oportunidades de gosto para a comunidade.

Sem contar que facultou ao setor muito mais democratização e acesso fácil para grande maioria dos anunciantes.

E é uma delícia ouvir som em FM.

Dias celestiais até 2012

O governismo tangaraense chegará em 1º de janeiro de 2009 com uma bancada formada por sete dos dez vereadores. É pra nada de braçadas durante os próximos quatro anos. Ou estou errado?

A oposição ficará por conta dos três vereadores eleitos pelo Democratas: Celso Ferreira, Haroldo Lima e Miguel Romanhuk.

O próximo governo de Tangará da Serra deverá viver dias celestiais até 2012.

Mau atendimento gera tumulto na Unidade Mista de Saúde

Soube que na sexta-feira passada houve uma confusão dos diabos na Unidade Mista de Saúde de Tangará da Serra. Centenas de pessoas teriam permanecido aguardando atendimento até por volta das 22h.

Homens e mulheres, idosos e crianças chegaram a passar mais de 10h na fila esperando a realização da consulta.

Gostaria muito que o secretário de Saúde do município, Mário Lemos, explicasse o que motivou tamanha demora no atendimento aos pacientes.

Grupo Gao - Realiza II Festival da Comida Oriental

No próximo dia 03 de dezembro o Grupo Gao – Grupo de Apoio Oncológico Luz da Esperança, realiza o II Festival da Comida Oriental em Tangará da Serra, com a realização da Golden Restaurante. A renda do evento será totalmente revertida para o serviço de obras filantrópicas que o grupo exerce dentro do município.


Esta promoção deve-se ao fato de que a entidade, é uma entidade fundada por pessoas voluntárias e é sempre assistida por Tangará da Serra e seus representantes onde já realizou várias promoções próprias e em parcerias com outras entidades.


O cardápio deste festival será acrescido dos mais variados pratos da gastronomia oriental. Pratos da culinária japonesa, chinesa, árabe, indiana e vietnamita.


Local: Golden Restaurante


Horário: 20:00 hr


Valor: R$ 100,00 (4 pessoas)


Convites limitados


Bebidas à parte


Apresentações Artísticas


Mais informações na Golden Restaurante.

Site do Legislativo tangaraense foi atacado por hackers

Senhor Editor,

Realmente tem razão em falar sobre sites que não colocam informações diariamente.

Quanto ao site da Câmara Municipal, o qual é responsável por veicular matéria, o mesmo sofreu algum ataque de pessoas inescrupulosas, chegando ao ponto de alterar parte do mesmo.

Sentimos a necessidade de retirá-lo do ar, pois o ataque passou a ser costumeiro nos causando transtorno e com isso até fizemos um boletim de ocorrências na delegacia.

Contudo já contratamos um profissional da área para reformular todo o site da Câmara, onde estaremos disponibilizando muitas outras informações possibilitando dessa forma que os munícipes conheçam toda a Câmara assim como os assuntos discutidos pela casa e todas as leis serão disponibilizadas também.

Companheiro - nos colocamos a vossa inteira disposição.

Atenciosamente

Lauro Vaccari
Assessor de imprensa da Câmara Municipal

Operação Cadeado IV combate crime organizado na fronteira

O Exército desencadeou na manhã deste sábado (15), a partir de Pontes e Lacerda (MT), o conjunto de ações que integra a "Operação Cadeado IV", que prevê uma verdadeira varredura nos 750 quilômetros de fronteira seca com a Bolívia, considerado um dos maiores corredores de drogas do Centro Oeste.

Novecentos e cinqüenta homens do Exército, de vários batalhões de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, com apoio de 300 policiais de 20 órgãos de segurança pública - Polícia Civil, Militar, Rodoviária Federal, Federal, Corpo de Bombeiros, Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Marinha – estão espalhados em pontos estratégicos para combater o crime organizado, o narcotráfico, grilagem de terra, prostituição infantil, trabalho escravo e roubo de carros e carga na região.

Conforme informações divulgadas pelo coronel Elto Valich da Fonseca, oficial de comunicação da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, na operação serão empregados armamentos de guerra, além de armas convencionais, como fuzis, pistolas e metralhadoras, o aparato conta ainda com cinco helicópteros e 20 tangues de combate, modelo Urutu e Cascavel, semelhantes aos utilizados pelo Exército brasileiro, na missão de paz, no Haiti.

O QG da operação, comandada pelo general Guilherme Cals Teófilo, está baseado em Pontes e Lacerda, distante 150 quilômetros do território boliviano.

Veja o volume de cada som produzido no cotidiano

Abaixo o volume,em decibéis, de cada som produzido no dia-a-dia e conheça o período máximo de exposição diária a cada um desses sons.

Fonte sonora - intensidade

Arma de fogo - 130/140

Serra elétrica - 110

Shows de rock - 105/120

Furadeira pneumática - 100/105

Piano tocando forte - 92/95

MP3 - 95

Avenida movimentada - 85

Pátio do Aeroporto Internacional RJ - 80/85

Tráfego pesado - 80

Conversação a 1m - 60

Sala silenciosa - 50

Area residensial a noite - 40

Fala sussurrando - 20

Fonte: FHAZ