18 de fevereiro de 2009

Quais os grandes investimentos que necessita Tangará da Serra?

Prefeito Júlio César Ladeia

Gostaria muito de ler uma nota publicada pelo prefeito de Tangará da Serra Júlio César Ladeia (PR), sobre os reflexos da crise financeira internacional em nosso Município.

Aproveitando o espaço nosso prefeito poderia informar qual será seu grande desafio para os próximos quatro anos e, quem sabe, apontar quais os grandes investimentos urbanos que pretende realizar em idêntico período.

A crise que começou no setor privado americano alcançou governos dos principais países do mundo e já pode ser sentida no Brasil, no Estado do Mato Grosso e até mesmo na cidade de Tangará da Serra. Mas, qual é a situação local?

Sobre os desafios. Prefeitos de todo Brasil estão preocupados com o prolongamento atual do ciclo de desenvolvimento econômico e social. Seria essa também a preocupação de nosso prefeito?

Quanto aos investimentos na área urbana, pergunto, as obras de modernização e melhoria da infra-estrutura da cidade vão continuar a todo vapor?

Quanto temos para investir em saneamento básico e em abertura de novas áreas de expansão urbana?

Ampliaremos o programa de pavimentação e cobertura asfáltica nos vários bairros carentes da cidade? Quanto temos para investimentos?

Quantas ruas e praças deverão ser beneficiadas no decorrer deste novo governo?

E questões como, construção de novas praças, oferta de estacionamento para melhorar o aspecto urbanístico da cidade, etc, também serão priodidades?

Acredito na boa vontade e empolgação do prefeito Ladeia. Mas gostaria de ler algo neste sentido, até mesmo para documentarmos nessa página e nos anais da história.

Assim penso...

Amizade é o encontro de duas solidões. Quando duas solidões se encontram, acontece a comunhão".

Rubens Alves

PPS, PSDB e DEM têm discurso uníssono

O senador Jayme Campos (DEM) reafirmou ontem o desejo de formar uma aliança entre o Democratas, PSDB e PPS. Segundo ele, a aliança nacional formada entre as siglas fortalece a formação de uma chapa para a disputa ao cargo de governador nas próximas eleições de 2010. O presidente do PPS, deputado Percival Muniz, concorda com o democrata. Diário

A "esquerda" saúda a "democracia" à moda Chávez

Quem acompanhou a TV Câmara entre a tarde e ontem à noite deve ter sentido náuseas. Asco.

Uma penca de parlamentares de "esquerda" enaltecia Hugo Chávez, caudilho venezuelano, um dos dinossauros da política internacional.

Para um deles, a Venezuela é um primor de democracia, porque chegou a promover cerca de 15 eleições nos últimos anos.

Não sei se a abordagem é fruto de ignorância ou má-fé mesmo do deputado que sequer lembro o nome. Um dos princípios da democracia é a alternância no poder.

Outro é a liberdade de expressão e de imprensa. Não combinam com a "república" do histriônico Chávez.

No Iraque de Saddam Hussein, eleições, plebiscitos e referendos eram igualmente comuns.

E daí?

Reciclagem com apoio do governo de Mato Grosso

O empresário tangaraense Antônio Carlos Cabral Amaral e sua esposa advogada Elaine em recente encontro com o secretário estadual de Infraestrutura Vilceu Marchete em Cuiabá. A luta para fazer nosso meio ambiente bem melhor.

Fiscalização nas casas de jogos eletrônicos e de internet

O Promotor de Justiça de Barra do Bugres (MT), Antonio Moreira da Silva, tem intensificado a atuação do Ministério Público na área da Infância de Juventude nos municípios de Denise, Porto Estrela, Nova Olímpia e Barra do Bugres.

Um dos grandes problemas identificados na Comarca de Barra do Bugres, diz o Promotor, refere-se à presença constante de menores em Casas que explorem comercialmente Diversões Eletrônicas, tais como a de Vídeo Game, Fliperama, Lan Hause, Cyber Café, e similares.

Dr. Antonio esclarece que é comum as queixas principalmente de pais, professores e diretores de estabelecimentos de ensino, dizendo que os alunos, ao invés de irem para a escola, dirigem-se para essas Casas de Jogos e de Internet.

Muitas vezes, durante a aula, saem mais cedo justamente para ficarem nas Lan Hauses, situação em que o problema se agrava muito mais, posto que referidas Casas terminam contribuindo para a repetência ou mesmo para a evasão escolar.

NOTA DO BLOG: Penso que esse problema não existe mais em Tangará da Serra. Não tenho visto menores em horário escolar nas lan hauses da cidade.

DNIT tem R$ 17,6 bilhões para investimentos

Ações e perspectivas da autarquia para este ano, são os temas abordados pelo diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (DNIT), Luiz Antônio Pagot, que neste momento participa de um café da manhã oferecido para jornalistas que combrem o dia a dia dos acontecimentos politicos da capital federal.

O Orgão conta com um orçamento de R$ 8,6 bilhões, além de R$ 9 bilhões de restos a pagar, totalizando R$ 17,6 bilhões em investimentos. Pagot quer mostrar que o DNIT tem sustentação financeira para dar continuidade as obras e ainda implementar uma nova carteira de projetos para o país.

Lula quer Banco do Brasil financiando habitação popular

O Banco do Brasil irá atuar no financiamento de imóveis para baixa renda, Apesar de esse segmento não ser o foco do banco, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu ordem à instituição para participar como financiador do pacote de habitação popular que deverá ser anunciado após o Carnaval.

A decisão foi tomada depois de Lula ouvir da Caixa Econômica Federal que ela teria dificuldade para, sozinha, levar o mercado a atingir a meta de financiamentos do plano: 500 mil unidades neste ano e 500 mil até o final do ano que vem.

Os maiores benefícios do plano estão sendo direcionados para os trabalhadores com renda de até dez salários mínimos (R$ 4.650,00). Segundo estimativas do governo, é nessa camada da população que estará a maior parte da demanda por imóveis nos próximos 15 anos (mais de 70%). (As informações são do jornal Folha de São Paulo)

PSOL pede divulgação de nomes de políticos corruptos do PMDB

Nesta terça-feira (17), O PSOL encaminhou carta ao senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) com o pedido para que o parlamentar torne públicos os nomes dos integrantes do PMDB envolvidos em atos de corrupção.

Como Jarbas declarou em entrevista à revista "Veja" que a maioria dos integrantes do PMDB "quer mesmo é a corrupção", integrantes do PSOL cobram que Jarbas divulgue os nomes aos quais se referiu.

"Para serem consequentes, suas denúncias devem vir acompanhadas do detalhamento de situações, nomes e fatos que gerem iniciativas aguardadas por toda a sociedade, em nome do interesse público.

Esta seria uma saudável providência para que os fatos por Vossa Excelência relatados não caiam no esquecimento e possam ser devidamente apurados", diz o PSOL. A carta, assinada pelo senador José Nery (PSOL-PA) e pelos deputados Chico Alencar (PSOL-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP).