11 de abril de 2009

Editor do O Jornal recebe Moção de Aplausos

Jornalista Diego Soares

Amigo pessoal, colega e membro da Associação Tangaraense de Imprensa – ATI, o jornalista Diego Soares, 23, receberá da Câmara Municipal nesta segunda-feira, 13, Moção de Aplausos por seus relevantes serviços prestados em favor da comunicação local. O autor da Moção é o distinto vereador João Batista Néri (PMDB).

Soares recebe merecidamente este reconhecimento por muitas razões, sendo uma delas, o seu grande talento para a comunicação.

O jornalista tem demonstrado sabedoria e bom equilíbrio na condição também de editor-chefe do O Jornal, diário de grande aceitação na cidade e região.

É claro que a Moção de Aplausos que o companheiro receberá, engrandece a todos nós dirigentes e membros da ATI, além de levar a sociedade à reflexão sobre a importância do papel do comunicador no fortalecimento da Democracia.

Polícia prende acusado de tráfico de drogas em Tangará da Serra

A polícia de Tangará da Serra prendeu, nesta sexta-feira (10), um homem acusado de ser um dos maiores traficantes de drogas com atuação no Município e região médio norte. Com ele, foi apreendida considerável quantidade de pasta base. Todos os detalhes dessa detenção, na próxima segunda-feira, dia 13.

Charge do Dia

Autor: Jbosco - hoje no O Liberal (PA)

Sessão extraordinária serviu para reprovar 4 projetos do Executivo

A Câmara de Vereadores de Tangará da Serra reprovou, de uma tacada só, na sessão extraordinária desta quinta-feira (09), os últimos quatro Projetos de Lei de autoria do Executivo Municipal enviados àquela Casa.

Saiba aqui quais eram os projetos:

PROJETO DE LEI Nº 031/GP/2009, de autoria do Executivo Municipal, que autoriza o chefe do poder executivo municipal a receber dação em pagamento da empresa Frare & Frare Ltda.

PROJETO DE LEI nº. 033/GP/2009, de autoria do Executivo Municipal, que dispõe sobre abertura de crédito suplementar no valor de R$ 1.285.000,00 (um milhão, duzentos e oitenta e cinco mil reais), na estrutura da Lei nº 3.007/2008, destinados a custear despesas na secretaria municipal de infraestrutura e dá outras providências.

PROJETO DE LEI Nº 038/GP/2009, de autoria do Executivo Municipal, que autoriza o Poder Executivo a firmar termo de convênio com a Rede/Cemat – Centrais Elétricas Mato-grossenses S/A, para participar financeiramente de extensão e construção de redes de distribuição de energia elétrica no loteamento popular denominado Morada do Sol, doar rede de energia elétrica, abrir crédito especial adicional na estrutura da Secretaria Municipal de Infra-Estrutura, e dá outras providências.

PROJETO DE LEI Nº 039/GP/2009, de autoria do Executivo Municipal, que autoriza a aquisição de uma área rural para construção do centro de ressocializaçao de menores e dá outras providências.

As informações são da Assessoria de Imprensa da Câmara

Ex-prefeito comprou 8 toneladas de medicamentos prestes a se vencer

Em qualquer país com um pouco de seriedade, o ex-prefeito Carlos Eduardo, de Natal, e seu secretário de Saúde, estariam na cadeia, levando uma surra de cipó de ‘mufumbo’.

Este imitador barato de administrador público comprou no final do ano passado mais de 8 toneladas de medicamos com a data prestes a se vencer.

O prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 10 milhões.

A notícia é do Blog de Thaisa Galvão, Folha entre outros.

Para deixar bem claro que é realmente irresponsável, incompetente, típico merecedor de peia, colocou os medicamentos num local totalmente inadequado.

E, para que ninguém se esqueça deste ato criminoso e covarde, Carlos Eduardo ao invés de explicar porque comprou dez carretas de medicamentos quase vencidos e escondeu num forno, atacou a imprensa de Natal e Nacional.

Veja AQUI.

Carros quebrados superlotam oficinas por causa de buracos

Quem dirige pela maioria das ruas de Tangará da Serra corre risco constante de sofrer acidentes ou provocá-los.

Isso porque as vias estão cheias de buracos, que se aglomeram principalmente nas áreas maias afastadas do Centro.

Contudo, a buraqueira não é "privilégio" exclusivo da periferia. Praticamente toda a cidade está tomada por buracos que insistem em causar transtornos a moradores e motoristas, em especial.

A má conservação das ruas e avenidas tangaraenses ocasionam mais que riscos de acidente.

O desgaste com a buraqueira pesa no bolso dos proprietários de veículos, uma vez que precisam fazer manutenção constante em virtude dos problemas com os pneus, amortecedores, suspensão entre outros transtornos provenientes dos buracos.

MAS, o que é azar para os motoristas representa faturamento para os donos de oficinas. Aliás, ao que parece, eles são praticamente os únicos cidadãos tangaraenses que se beneficiam com os inúmeros buracos.