16 de abril de 2009

O futuro da comunicação já chegou, com ou sem blog

Por Carlos Santos

"Blog nada mais é do que outra ferramenta da Internet. Começou como um brinquedo de adolescentes por volta de 1994 nos Estados Unidos, transformado em diário na Net (Weblog, seu nome de origem em 1997). Hoje é um fenômeno mundial, sendo usado por políticos, desportistas, jovens, jornalistas, empresas, donas-de-casa, desocupados, esquizofrênicos, putas etc. Contudo é no meio jornalístico onde ganha explosão de acessos e polêmica (mais de 20 milhões de internautas/dia no Brasil)." Leia todo artigo AQUI

Assim penso...

"É graça divina começar bem. Graça maior persistir na caminhada certa. Mas a graça das graças é não desistir nunca."

Helder Câmara

'Coroa' na berlinda

Colhi na coluna Merval no Globo: "É possível que assim como o PSB já começa a se rebelar contra a estratégia oficial de ter apenas um candidato da base aliada, o próprio PT encontre forças para rejeitar a candidatura de Dilma, que nunca foi a preferida do establisment partidário.

A percepção que começa a se generalizar é a de que os índices que a ministra ostenta nas pesquisas de opinião não indicam que ela tenha um futuro fácil na campanha presidencial, especialmente se o apoio do 'cara' for relativizado pelos efeitos da crise econômica".

Essa Dilma não vai longe não.

Crise financeira

Ainda embalado pela marola da crise financeira mundial, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem afirmando que o governo precisa facilitar a venda de automóveis no Brasil para combater os efeitos da crise financeira global. Para ele, os incentivos do governo à indústria automotiva, à construção civil e ao setor de infra-estrutura fortalecerão o mercado interno. Deus te ouça.

Computadores

Pelo que nos é dado observar, aquilo que antes era um objeto de desejo, agora é um instrumento de trabalho. Refiro-me aos computadores portáteis. Dentro de pouco tempo eles serão ferramentas indispensáveis nas mãos das pessoas de todos os matizes.

Concurso da Polícia Rodoviária Federal

O Departamento de Polícia Rodoviária Federal, ligado ao Ministério da Justiça, foi autorizado pelo Ministério do Planejamento a realizar concurso público com a oferta de 750 vagas de nível superior para o cargo de agente, na carreira de Policial Rodoviário Federal.

As inscrições deverão sair no prazo de quatro meses.

O ingresso dos novos agentes deverá ocorrer a partir de abril do próximo ano.

A remuneração inicial prevista é de R$ 5.620,12. Os interessados devem começar a se preparar.

PEC dos vereadores

Atenção suplentes de vereador, a proposta que altera os limites máximos de gastos das câmaras de vereadores pode ser votada pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado na próxima quarta-feira, 22.

A expectativa é grande porque a matéria que trata dos gastos nas câmaras municipais define o número de integrantes dos legislativos.

Bom, mas daqui para a semana que vem muita água vai rolar... Ainda ontem à noite, o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), disse em Plenário que não considera oportuno votar neste momento a PEC.

Salário mínimo poderá chegar a R$ 506,50

O governo federal está propondo um salário mínimo de R$ 506,50 a partir de 1º de fevereiro. A afirmação foi feita ontem pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.

Ainda segundo ele, o primeiro pagamento com o novo valor seria depositado em 1º de fevereiro, referente a janeiro.

A proposta está incluída no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias enviada ontem ao Congresso. De acordo com o ministro, a proposta contempla a expectativa de inflação deste ano e a previsão de crescimento do PIB em 2008.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 465. O último reajuste aconteceu em fevereiro deste ano.

MST: Dilma é ignorante nas questões rurais

Numa demonstração explícita da resistência dos movimentos sociais com Dilma Rousseff, o líder do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) João Pedro Stedile afirmou ontem que a ministra da Casa Civil, assim como todo o governo, é "ignorante" nas questões rurais do país. Para Stedile, integrante da coordenaçã

o nacional do MST, o principal nome petista para a sucessão presidencial "não entende nada" de projetos de desenvolvimento para o meio rural. "É um governo ignorante nas questões rurais. Esse governo que está aí, começando pela dona Dilma", declarou. "A Dilma não entende nada de projetos de desenvolvimento rural, senão ela já teria aprovado [linhas de crédito para a agroindústria]", disse.

Stedile disse que a criação de linhas de crédito para a construção de agroindústrias poderia ter ocorrido por meio do Banco do Brasil e do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). "E [no governo] ficam falando em progresso, em desenvolvimento, que não sei o que, que agora vai", disse, antes de citar a ministra da Casa Civil.