5 de maio de 2009

Duplicação da Lions é lançada em clima de politicagem

No maior clima de politicagem do mundo, foram iniciados nesta segunda-feira (04) os primeiros serviços de terraplenagem para a duplicação da Avenida Lions Internacional em Tangará da Serra.

O final da obra está previsto para poucos meses antes das eleições do próximo ano.

Êita que tem gente querendo levar vantagem eleitoral nesse "trem".

Ainda bem que empresários e a população tangaraense já sabem desse propósito encondido nas entrelinhas.

Charge do Dia

Autor: Erasmo

Retornando à sala de aulas

A partir desta quarta-feira (06) retorno às minhas atividades pedagógicas. Volto a ministrar aulas de Filosofia para uma garotada linda e inteligente desta urbe amada.

Sobre o vídeo com as declarações de Luiz Prates

É de jornalistas como Luiz Carlos Prates que precisamos!

Nota 1000 pra ele que tem a coragem de dizer publicamente as verdades.

É verdade, safados são estes políticos que roubam descaradamente e safados somos nós que calamos.

Chutando o balde contra os políticos corruptos

A mídia amestrada produz surpresas.
O comentarista Luiz Carlos Prates, da RBS Santa Catarina, afiliada da Rede Globo, chutou o balde contra os políticos, na edição do dia 20.
O vídeo, que circula na internet, vale a pena ser visto e revisto.
Momento raro de liberdade de expressão:


Alteração da carga horária do ensino médio

O Ministério da Educação (MEC) planeja aumentar a carga horária do ensino médio em 25%, passando das atuais 2.400 horas para 3 mil por ano.

Dessas 600 horas a mais, 120 poderão ser usadas para disciplinas de livre escolha - desde aulas a mais de matemática ou português, até teatro, música, artes ou esportes.

A proposta, encaminhada ao Conselho Nacional de Educação (CNE), servirá de subsídio para Estados que desejam alterar o atual modelo de ensino médio, considerado ultrapassado pelo ministério.

Assim penso...

"Ser profundamente amado por alguém nos dá força. Amar alguém profundamente nos dá coragem!"

Lao-Tsé

Fim de semana de "cão" em Tangará da Serra

Um homem de 29 anos foi brutalmente assassinado no centro de Tangará da Serra. Recebeu quatro tiros de dois indivíduos que após o crime fugiram numa motocicleta.

Um jovem de 21 anos caiu de sua motocicleta em um assentamento rural do Município. Teve a cabeça estourada. Morreu. Foi sepultado em menos de 24 horas depois do acidente fatal.

Outro homem que pescava em rio próximo à cidade, caiu nas águas e morreu afogado. Seu corpo foi encontrado no domingo pelos bombeiros.

Um jovem levou várias facadas num bairro períferico da cidade.

Vários acidentes de motos foram registrados. Assaltos. Roubos e furtos.

Não sei onde essa situação irá chegar. A coisa tá feia. E ponha feia nisso.

Ausência do Estado

A onda de assaltos e outros tipos de crimes em Tangará da Serra não é resultado da fome na periferia, da expansão das drogas ou alguma tese sobrenatural.

Isso pesa, mas não determina.

O que ocorre é a ausência do Estado, no seu papel de oferecer segurança mínima ao cidadão.

Prospera o crime porque existe pouco policiamento nas ruas.

Lamentavelmente, o crime compensa nos palácios e no cotidiano das ruas.

PSDB insiste nos nomes de Thelma e Antero ao Senado

A cúpula tucana de Mato Grosso começa a apostar na deputada federal Thelma de Oliveira, para disputar o Senado na eleição de 2010.

A parlamentar divide com o ex-senador Antero Paes de Barros à vaga para concorrer à senatória.

Apesar do desejo do partido, Thelma afirma que é candidata à reeleição e destaca que o assunto ainda não foi discutido oficialmente na legenda.

Já o ex-senador prefere disputar uma das 24 vagas na Assembleia Legislativa. SONIA FIORID

Suplentes de vereadores terão que aguardar mais trâmites burocráticos

Os suplentes de vereador que almejam chegar aos legislativos municipais ainda terão de aguardar mais trâmites burocráticos.

Mesmo com a boa vontade política de integrantes das bancadas federais pelo país afora, será inevitável que a Proposta de Emenda à Constituição que prevê o aumento das vagas nas câmaras municipais, a famosa Pec dos Vereadores, terá que percorrer idênticos caminhos, começando do zero, já que retornou à Câmara dos Deputados.

Depois de ser analisada na CCJ da Câmara, a PEC terá de ser apreciada por uma comissão especial e por dois turnos de votação no plenário da Casa.

Após essa fase, irá ao Senado, onde terá de passar pela CCJ e por outros dois turnos de votação. Veja matéria nesta edição.

Carne de porco não oferece risco à saúde

Pesquisa da Unidade de Suínos e Aves da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa constatou que o rebanho suíno brasileiro não oferece risco à população, já que o vírus H1N1, responsável pela atual epidemia de Influenza, popularmente chamada de gripe suína, não foi identificado nos rebanhos do Brasil e não há possibilidade de contaminação pelo consumo de carne de porco.

"João Buracão"

No Rio de Janeiro a criatividade de um carioca gozador levou a batizar um boneco que o vulgo passou a chamá-lo "João Buracão".

Para cada buraco encontrado na cidade, um boneco é colocado no lugar.

Aqui, em Tangará da Serra, como não ficamos para trás em número de buracos, bem que alguém poderia sugerir, e para não sermos tachados de plagiadores, a instituição de um boneco com outro nome. Que nome?

"Orgasmo como deus"

Na semana passada, um Tribunal da Suécia proibiu que um homem registrasse uma igreja com o nome de "Igreja da Madona do Orgasmo", por considerar o nome ofensivo aos cristãos e à sociedade em geral.

Segundo o criador da igreja, um artista plástico, o objetivo da mesma é encorajar as pessoas a "louvar o orgasmo como deus" e que esse conceito não se limita à ejaculação, mas pode ser experimentado também pela arte, pelo contemplar de uma paisagem ou por um pensamento.

Isenção de impostos para motos e bicicletas

A Federação dos Mototaxistas e Motofretistas do Brasil (Fenamoto) está reivindicando que o governo retire as cobranças do PIS e da Cofins na distribuição e revenda de peças para motos e bicicletas. De acordo com a Fenamoto, a União poderia conceder o benefício ao setor, a exemplo do que fez recentemente com a isenção do IPI sobre os automóveis, motos, caminhões, eletrodomésticos e materiais de construção. Com o pedido ao governo federal, os mototaxistas e motofretistas querem evitar mais prejuízos e demissões diante da crise econômica.